Jornal chinês diz que EUA irão pagar para atletas estadunidenses criarem tumulto durante Pequim 2022

Local de competição dos Jogos Olímpicos

De acordo com o jornal chinês China Daily, os Estados Unidos teriam pago atletas estadunidenses para criar confusão durante os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, em Pequim.

Segundo o jornal, fontes familiares com o assunto disseram que atletas teriam recebido dinheiro para competir sem vontade, se recusarem a competir ou expressar descontentamento em relação a China.

O plano seria, de acordo com o periódico, um novo exemplo de como as forças anti-China nos EUA para politizar o esporte, atrapalhar de forma maliciosa e estragar os Jogos Olímpicos.

Como "pagamento", os EUA ofereceriam uma compensação financeira e proteção a reputação dos atletas que aceitarem cooperar.

A embaixada dos EUA em Pequim negou a acusação, dizendo que os atletas do país são livres para competir e se manifestar, dentro do espirito da Carta Olímpica e que essa é uma tentativa da China de desviar a atenção das acusações de violação aos direitos humanos em Xinjiang e Hong Kong.

Os Estados Unidos e outros países não enviarão representantes políticos para as cerimônias de abertura e encerramento, em um boicote diplomático.

Foto: Reprodução

Postar um comentário

To Top