Com aumento de casos, Australian Open terá capacidade reduzida



O governo do estado de Victoria anunciou nesta quinta (13) que as quadras do Australian Open terão público reduzido para 50% em razão do aumento do número de casos de Covid-19 na região, causada pela variante Õmicron. Os ingressos vendidos antes da decisão serão honrados, disse a organização.


Para entrar no Melbourne Park, todos os espectadores deverão estar vacinados e utilizando máscaras, as tirando apenas na hora de se alimentar. A organização ainda falou que pretende melhorar a ventilação no local.


O surto causado pela nova variante deixou o estado com números que ainda não tinham sido vistos na pandemia. Os casos saltaram de menos de 50 mil para mais de 220 mil e 953 pessoas estão internadas, o maior número desde a declaração de pandemia pela OMS (Organização Mundial da Saúde).


O primeiro Grand Slam do ano começa dia 17 de janeiro e termina no dia 30 de janeiro. A competição terá transmissão dos canais ESPN e do Star +.


Foto: AAP/Diego Fedele

Postar um comentário

To Top