Brasil desiste de sediar o Pan-Americano de Esgrima nas categorias cadete e juvenil


O Brasil não irá mais sediar o Campeonato Pan-Americano Cadete e Juvenil, que aconteceria em São Paulo (SP), entre os dias 7 e 13 de março. A medida foi comunicada pela Confederação Brasileira de Esgrima – CBE neste domingo (30), em razão de conflitos entre as regras da Federação Internacional de Esgrima – FIE e uma Portaria Interministerial que determina restrições por causa da Covid-19.

De acordo com a Portaria nº 666 publicada no último dia 20 de janeiro, devido a atual situação da pandemia no Brasil, para ingresso em nosso país o estrangeiro deverá apresentar o passaporte vacinal e também o teste negativo para Covid-19. Nesta mesma Portaria, há algumas exceções quanto a necessidade de comprovante de vacinação. Porém, os não vacinados deverão cumprir quarentena mínima de cinco dias em território brasileiro.

Por outro lado, a Federação Internacional de Esgrima – FIE, determina em suas regras atuais que o país organizador de competições internacionais deverá isentar os não vacinados da quarentena, ou seja, a Portaria do Brasil e as determinações da FIE são conflitantes entre si.

Desta forma, a CBE não teve outra alternativa a não ser cancelar a realização do torneio em território brasileiro. A Confederação Pan-Americana de Esgrima deverá se manifestar nos próximos dias sobre a realização do torneio em outro país ou o cancelamento definitivo da disputa.

Foto: Washington Alves/COB

Postar um comentário

To Top