Siobahn Haughey quebra recorde mundial dos 200m livre no Mundial de Natação em Piscina Curta


Começou a 15ª edição do Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta, disputado em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. O destaque do primeiro dia da competição foi Siobhan Haughey de Hong Kong. A atleta venceu os 200m livre feminino e quebrou o recorde mundial da prova. O Brasil participou de apenas uma final nesta quinta-feira (16), sendo desclassificado no revezamento 4x100m livre masculino. Veja, abaixo, os resultados das provas do dia.

400m livre masculino
1. Felix Auboeck (AUT) 3:35.90
2. Danas Rapsys (LTU) 3:36.23
3. Antonio Djakovic (SUI)  3:36.83

O austríaco Felix Auboeck veneu a final dos 400m livre com um tempo de 3:35.90. Na primeira metade da prova, ele dividiu a liderança com o lituano Danas Rapsys. Mas na segunda metade, Auboeck foi abrindo a vantagem para vencer. O suíço Antonio Djakovic ficou com a medalha de bronze.

200m livre feminino
1. Siobahn Haughey (HKG) 1:50.31 - recorde mundial
2. Rebecca Smith (CAN) 1:52.24
3. Paige Madden (USA) 1:53.01

Siobahn Haughey ganhou o ouro nos 200m livre feminino com direito a um novo recorde mundial: 1:50.31, superando em doze centésimos o tempo anterior da sueca Sarah Sjoström. 

Haughey nadou na liderança da prova desde o início e fazendo parciais abaixo do recorde mundial. Na segunda posição ficou a canadense Rebecca Smith com Paige Madden dos Estados Unidos completando o pódio. 

200m borboleta masculino
1. Alberto Razzetti (ITA) 1:49.06
2. Noe Ponti (SUI) 1:49.81
3. Chad Le Clos (RSA) 1:49.84

No início da prova, a disputa estava entre Chad Le Clos da África do Sul e Trentan Julian dos Estados Unidos. Após os 50m, Le Clos ficou um pouco para trás enquanto Julian assumiu a primeira posição.

Quem cresceu aos poucos foi o italiano Alberto Razzetti que na última virada assumiu a primeira posição e ficou com o ouro com 1:49.06, novo recorde italiano. O suíço Noe Ponti ficou em segundo e Le Clos teve uma boa recuperação no final para ultrapassar Julian para levar o bronze.

400m medley feminino
1. Tessa Cieplucha (CAN) 4:25.55
2. Ellen Walshe (IRL) 4:26.52
3. Melanie Margalis (USA) 4:26.63

A canadense Tessa Cieplucha venceu a final dos 400m medley feminino. Ela foi mantendo um bom ritmo desde o início. Ciepulcha assumiu a liderança no nado peito e seguiu na frente até o final da prova. A irlandesa Ellen Walshe (que treina com Ciepulcha na Universidade do Tennessee nos EUA) ficou com a prata. Melanie Margalis dos Estados Unidos terminou na terceira posição.

200m medley masculino
1. Seto Daiya (JPN) 1:51.15
2. Carson Foster (USA) 1:51.35
3. Alberto Razzetti (ITA) 1:51.54

Seto Daiya dominou a maior parte da final dos 200m medley masculino. Até o nado peito ele abriu um segundo de vantagem para o estadunidense Carson Foster. No nado livre, Foster conseguiu a parcial mais rápida e chegou apenas dois décimos atrás de Seto. 

Na disputa pelo bronze, Alberto Razzetti conquistou sua segunda medalha do dia, após ultrapassar o grego Andreas Vazaios nos metros finais da prova.

Revezamento 4x100m livre feminino
1. Canadá 3:28.52
1. Estados Unidos 3:28.52
3. Suécia 3:28.80

A Suécia saiu na frente com Sarah Sjoström fazendo a parcial mais rápida da final (51.45), com Michelle Coleman mantendo a liderança sueca. O Canadá assumiu a primeira posição na terceira parcial com Rebecca Smith.

Nos 100m finais, os EUA estava mais de um segundo atrás da equipe do Canadá. Abbey Weitzel entrou na água e tirou a diferença, fazendo a segunda melhor parcial da final (51.50). Ela bateu na parede ao mesmo tempo que Katherine Savard do Canadá, com os dois países dividindo o ouro e a Suécia ficando com o bronze.

Revezamento 4x100m livre masculino
1. Rússia 3:03.45
2. Itália 3:03.61
3. Estados Unidos 3:05.42

A equipe dos Estados Unidos começou melhor na prova, com Ryan Held sendo o mais rápido na primeira parcial da prova (45.75). Na segunda perna do revezamento, Itália e Rússia passaram os norte-americanos e começaram uma batalha pela primeira posição que terminou com vitória russa por 16 centésimos. Destaque para Aleksandr Shchegolev que fechou para a Rússia com 45.53, a parcial mais rápida da prova.

O Brasil competiu na final com Gabriel Santos, Fernando Scheffer, Kaique Alves e Breno Correia. Os brasileiros terminariam em quinto lugar, mas a equipe foi desclassificada porque Scheffer saiu do bloco antes da chegada de Gabriel Santos na hora da troca do revezamento.

SEMIFINAIS

O Brasil teve nadadores participando das semifinais de duas provas. Nos 50m costas masculino, Guilherme Guido avançou para a final com o sexto melhor tempo: 50.05. Gabriel Fantoni terminou em 11º lugar com 50.34.

Nos 50m peito feminino, Jhennifer Conceição foi a nona mais rápida, com um tempo de 30.03 e não avançou para a final.

Mais cedo, seis atletas brasileiros nadaram nas eliminatórias e não avançaram de fase. Veja os resultados abaixo:

Gabrielle Roncatto - 200m livre - 1:57.85 - 21º lugar
Nathália Almeida - 400m medley - 4:36.22 - 14º lugar
Leonardo de Deus - 200m borboleta - 1:53.94 - 17º lugar
João Luiz Gomes Júnior - 100m peito - desclassificado
Caio Pumputis - 200m medley - 1:54.57 - 10º lugar
Leonardo Santos - 200m medley - 1:54.63 - 11º lugar

Foto de capa: Kai Pfaffenbach/Reuters 

0 Comentários