Organizadores de Pequim 2022 admitem eventuais casos de covid-19


O Comitê organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Pequim admitiram na quinta-feira (23) que será inevitável casos de covid-19 durante os eventos.

Foram prometidas diversas medidas para evitar a contaminação pela doença, como testes diários e utilização de transportes apenas entre os locais de competição.

Os atletas que não tiverem sido completamente vacinados, terão que passar por uma quarentena de 21 dis obrigatória e espectadores de fora do país não poderão assistir aos Jogos in loco.

O vice-presidente do comitê, Han Zirong, falou que um número grande de pessoas de países e regiões de pessoas entrarão no país aumentando o fluxo e, consequentemente, um número grande de pessoas serão infectadas pelo vírus.

Outro membro do comitê, Huang Chunm disse que as regras que serão impostas ajudarão a entregar Jogos mais seguros dentro do possível e que essas medidas contra a COVID-19 podem reduzir o risco de infecções e garantir a saúde dos atletas e das pessoas envolvidas.

Por causa da ameaça da variante Omicron, na terça-feira (21), a NHL anunciou que os jogadores de hóquei no gelo não estarão em Pequim, notícia confirmada pela Federação Internacional de Hóquei no Gelo (IIHF) na quarta-feira (22).

Foto: Ju Huanzong

Postar um comentário

To Top