Entidade de atletas da Alemanha pede ao COI evidências de que Peng Shuai realmente está segura


A Organização Independente de Atletas de Elite da Elite (Athleten Deutschland), solicitou ao Comitê Olímpico Internacional (COI) que forneça evidências de que a ex-tenista chinesa Peng Shuai está segura e pediu uma investigação independente sobre sua situação.

O paradeiro de Peng é um mistério desde de sua declaração nas redes sociais onde acusa o ex-primeiro ministro Zhang Gaoli de agredi-la sexualmente e após isso a localização da ex-tenista é uma grande incógnita.

Na esteira das preocupação a Associação de Tênis Feminino (WTA) tem feito pressão no governo chinês para ter provas mais sólidas da segurança da atleta, chegando até a anunciar a suspensão imediata dos torneio de tênis na China.

A entidade alemã disse que as declarações do COI “não fornecem evidências sobre se Peng Shuai está realmente segura, se ela pode tomar decisões livres e se por se expressar sem ser censurada” e elogiou a WT.A por defender a ex-atleta.

Toda essa polêmica acontece próximo da data de realização dos Jogos Olímpicos de Inverno que será realizado em Pequim em fevereiro de 2022.

O grupo de atletas de elite alemão também solicitou que o COI faça da proteção dos atletas sua primeira prioridade durante de Pequim 2022.

O COI se recusou a responde aos pedidos da Athleten Deutschland, dizendo que não tinha nada acrescentar do que já comunicou nos últimos dias.

Foto:Reuters/ Kim Hong-JI


0 Comentários