Dinamarca vence por 30 a 25 e elimina o Brasil do Mundial feminino de handebol



Após uma grande campanha, o Brasil perdeu para a Dinamarca por 30 a 25 nesta terça (14) na primeira partida das quartas de final e está fora do Mundial feminino de handebol, que está sendo realizado na Espanha. Este foi o melhor desempenho da seleção desde o título mundial em 2013.


O top-8 vem em boa hora, já que elas foram eliminadas na primeira fase em Tóquio e dá a nova geração e ao novo técnico Cristiano Rocha, a esperança de um bom ciclo para Paris-2024. O próximo mundial é em 2023. 


Já as dinamarquesas venceram todos os jogos até aqui, despontando como favoritas. Na próxima fase, elas enfrentarão quem vencer o confronto entre Espanha e Alemanha.


A partida começou equilibrada, ficando em 6 a 4 nos primeiros dez minutos. As goleiras Babi e Althea, da Dinamarca, fizeram um excelente primeiro tempo, evitando que cada equipe chegasse aos 20 gols na etapa inicial. 


Adriana Cardoso foi muito bem, convertendo todos os tiros de sete metros e marcando cinco gols na primeira etapa. Foi com ela que o Brasil chegou a ter o jogo empatado nos momentos finais da primeira etapa, mas um gol de Jensen levou o jogo pro intervalo com 14 a 13 pra Dinamarca no placar.


Nos primeiros dez minutos da segunda etapa, a seleção teve a vantagem numérica em duas oportunidades e não aproveitou, vendo as dinamarqueses abrirem três gols de vantagem. Adriana manteve a mira certeira, mas o ataque brasileiro mostrava dificuldades para furar a marcação do time europeu. Ao final, Cardoso acertou dez de 13 arremessos.


Melhores, a Dinamarca colocou seis gols de vantagem faltando três minutos para o fim e segurou o Brasil, conseguindo a classificação para a semifinal.


Foto: Reprodução/ Twitter/ IHF

Postar um comentário

To Top