COB anuncia seis nomes para o prêmio de melhor técnico do ano



O Comitê olímpico do Brasil (COB) anunciou os vencedores do prêmio de melhor técnico do ano. E todos os treinadores que foram campeões olímpicos foram eleitos: André Jardine (futebol), nas modalidades coletivas; Fernando Possenti (maratonas aquáticas), Francisco Porath (ginástica artística), Javier Torres (vela), Lauro Souza (canoagem velocidade) e Mateus Alves (boxe), nas individuais. Os treinadores receberão sua premiação na festa do Prêmio Brasil olímpico na festa de gala do esporte nacional, no dia 7 de dezembro, no Teatro Tobias Barreto, em Aracaju.


Os homenageados elaboraram os planejamentos vencedores que culminaram nas conquistas das medalhas de ouro de Ana Marcela Cunha, Hebert Souza, Isaquias Queiroz, Rebeca Andrade, Martine Grael e Kahena Kunze e da Seleção Brasileira masculina de futebol nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O atleta Italo Ferreira, que conquistou o ouro no surfe, foi à Tóquio sem treinador, com apenas um profissional de análise de vídeo para lhe dar suporte. 


É a primeira vez que André Jardine, Francisco Porah, Javier Torres e Lauro Souza vencem o prêmio de treinador do ano. Já Fernando Possenti e Matheus Alves, estão na sua segunda conquista. Possenti venceu em 2018 e Matheus, em 2019.


Entregue desde 2001, o prêmio de treinador do ano tem como o sue maior vencedor Bernardinho, vencedor em 2002,2003,2004,2006 e 2010. O prêmio Brasil olímpico tem como sua principal premiação o atleta do ano, com Ana Marcela Cunha, Rayssa Leal e Rebeca Andrade, concorrendo no feminino, e Hebert Conceição, Isaquias Queiroz e Italo Ferreira, no masculino.


foto: Divulgação

0 Comentários