China pede para Japão não aderir ao boicote diplomático a Pequim 2022



A China enviou agente diplomático para pedir ao Japão que não aderisse ao boicote diplomático aos Jogos Olímpicos de Inverno, que serão realizados em Pequim ano que vem.

Estados Unidos, Grã-Bretanha, Canadá, Austrália estão entre os países que não enviarão membros do governo para os Jogos, em resposta a opressão em Hong Kong e ao genocídio Uigur na região de Xinjiang. 

Kong Xuanyou disse que os Jogos estão sendo utilizados como instrumento político pelas nações.  O chinês falou também que como o país apoiou os Jogos de 2020, o Japão devia fazer o mesmo pela China.

Ainda na quinta-feira (16), o primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, falou que não tem planos de ir aos Jogos. Mas não foi confirmado nenhum apoio ao boicote.

Foto: Xinhua/Zhang Chenlin

0 Comentários