Campeã mundial do monobob, Kaillie Humphries pode representar os EUA em Pequim 2022


Kaillie Humphries, atual campeã mundial do monobob, foi liberada para disputar os Jogos de Inverno em Pequim representando as cores dos Estados Unidos.

Humphries foi empossada como cidadã estadunidense em San Diego, encerrando o processo para competir pelo Estados Unidos nas Olímpiadas.

Ela ainda não tem o passaporte, mas é provável que isso seja apenas uma formalidade.

Anteriormente Humphries defendia o Canadá nas competições de monobob e conquistou três medalhas olímpicas, sendo duas delas de ouro.

A posse como cidadã estadunidense, encerra um turbulento processo e esse último capítulo foi cansativa para atleta, que competiu na etapa da Copa do Mundo da Áustria no fim de semana passado, depois foi para Altenberg, na Alemanha, fez as duas corridas de treinamento necessárias para se qualificar para as corridas da Copa do Mundo, fez uma viagem de 5 horas até Frankfurt, voou para San Diego para a reunião sobre sua cidadania e logo em seguida voltou para Alemanha.

A atleta ganhou o direito disputar as competições pelo Estados Unidos em setembro de 2019, após longa disputa com as autoridade s canadenses sobre denúncias de abuso verbal, abuso mental e assédio.

A opção por representar os Estados Unidos, segundo a atleta foi uma escolha necessária para sua segurança física e mental, apesar de todo o risco de ficar fora de Pequim 2022.

A atleta tem como principais conquistas: cinco campeonatos mundiais, 54 medalhas em etapa de Copa do Mundo, sendo 27 de ouro e também é a única piloto feminina com duas medalhas de ouro olímpicas.

Humphries foi autorizada para competir na Copa do Mundo e no Mundial da modalidade porque regras diferentes se aplicam a essas situações. A federação do Canadá liberou a atleta em 2019, abrindo caminho para ela competisse por outro país. Mas as regras olímpicas são mais rígidas e determinam que, em quase todas as ocasiões, um atleta tenha passaporte do país que está representando.

O Comitê Olímpico Internacional poderia ter renunciado a essa regra, mas não deu nenhuma indicação de que faria isso.

Agora, a provável equipe dos Estados Unidos no monobob conta com duas atletas que podem ganhar medalhas, Humphries e Elana Meyeres Taylor.

Foto: Team USA

Postar um comentário

To Top