Cali 2021 - Dia 10


Este domingo (5) é o último dia de disputa dos Jogos Pan-Americanos Júnior Cali 2021. O Time Brasil tenta conquistar suas últimas medalhas em seis modalidades. Ao longo do dia, vamos atualizar esta página com os resultados dos atletas brasileiros.

Ginástica rítmica

Hoje foram realizadas as finais por aparelho da ginástica rítmica. A primeira foi a do arco. Maria Eduarda Alexandre tinha feito a melhor nota da qualificação, mas um erro no final da sua rotina à deixou na segunda colocação, cinco centésimos atrás de Nayenne Ashenaffi (21.050 contra 21.000). Isadora Carnielli ficou em quarto lugar com 18.600.

Na bola, Maria Eduarda conseguiu 20.850 pontos na bola, levando a medalha de ouro. Isadora ficou em terceiro lugar com 20.350, conquistando o bronze, sua primeira medalha em Cali. As brasileiras repetiram a dobradinha na final das maças. Maria Eduarda foi a primeira com 22.800 e Isadora repetiu a terceira colocação com 20.450.

Pódio individual da bola - Foto: Ricardo Bufolin/CBG
Na final da fita, Isadora Carnielli ficou com a medalha de prata, com um nota 18.450, ficando três décimos atrás da estadunidense Sarah Mariotti que venceu a prova. Sofia Perez do México levou o bronze. Maria Eduarda Alexandre terminou em quinto lugar, com 16.750, após se atrapalhar com o aparelho em uma parte da apresentação.

Isadora se apresentando com a fita - Foto: Ricardo Bufolin/CBG
A primeira final de conjunto foi a das cinco bolas. Brasil e México tiraram a mesma nota final: 33.650. Apesar de um erro da transmissão internacional ter mostrado o conjunto brasileiro em primeiro lugar, o ouro ficou com o México que teve uma nota de execução mais alta: 7.05 contra 6.85 das brasileiras que levaram a prata. O bronze ficou com os Estados Unidos.

Nas cinco fitas, o Brasil fez uma ótima apresentação, melhorando a nota da qualificação ao receber 25.250 pontos, garantindo o ouro na final. Prata para o México com 19.650 e bronze para os Estados Unidos com 17.650.

Conjunto brasileiro se apresentando com as fitas - Foto: Ricardo Bufolin/CBG

Vôlei

Seleção feminina de voleibol em Cali - Foto: Luiza Moraes/COB
A seleção feminina de voleibol é a grande campeã dos Jogos Pan-Americanos Júnior. Na final, o Brasil venceu o Peru por 3 sets a 2 (25-23, 25-19, 23-25, 21-25, 15-8). As brasileiras começaram bem no jogo vencendo os dois primeiros sets. Porém, o Brasil deixou escapara a vantagem no final do terceiro set e permitiu que as peruanas conseguissem levar o jogo ao tie-break. No set decisivo, o Brasil voltou a se impor para levar a medalha de ouro. A Argentina ficou com o bronze após derrotar a Colômbia no jogo que valia o terceiro lugar.

Karatê

O Brasil ganhou três medalhas no último dia de finais do karatê: uma de cada cor. Giovani Salgado  venceu o mexicano Pedro Benevides na final da categoria acima de 84kg por 2 a 1, para ganhar a medalha de ouro. Lucas dos Santos ficou com a prata na até 60kg, após perder para Frank Ruiz dos EUA por 1 a 0 na final. Rafaela Silva foi bronze na categoria acima de 68kg, após perder para a peruana Gianella Lozana na semifinal por 3 a 1.

Tênis de mesa

Foto: Luísa Moraes/COB
Laura Watanabe e Giulia Takahashi conquistaram o ouro por equipes no feminino. Na final, contra o México, as brasileiras perderam o jogo de duplas, mas ganharam três duelos em simples para vencer a mexicanas por 3 a 1. Cuba e Porto Rico ficaram com os bronzes. A equipe masculina, com Rafael Turrini e Diogo Cardoso, ficou com a medalha de prata. Na final, os brasileiros perderam para o Chile por 3 a 1.

Esgrima

Pietra Chierighini ficou com a prata no sabre feminino. A brasileira superou a mexicana Natalia Botello, vice campeã olímpica da juventude em 2018, na semifinal (15 a 11). Na decisão ela fez um duelo equilibrado contra Candela Espinosa da Argentina e perdeu por 15 a 14. No masculino, Murilo Montenegro foi eliminado nas oitavas de final, ao perder por 15 a 4 para Carter Berrio dos Estados Unidos.

Pentatlo moderno

Hoje foi disputado o revezamento misto do pentatlo moderno. Matheus Nobre e Ana Clara Bezerra representaram o Brasil e terminaram na quinta colocação. Ouro para o México, prata para a Guatemala e bronze para Cuba.

Texto atualizado ao longo do dia. Última versão publicada às 17h30 (horário de Brasília)

Foto de capa: Ricardo Bufolin/CBG

Postar um comentário

To Top