Brasil tem 12 atletas com índice para o Mundial Indoor de Atletismo, em Belgrado


A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) divulgou nesta semana a lista dos atletas com índices para representar o País no Campeonato Mundial Indoor de Atletismo, que será disputado de 18 a 20 de março, na cidade de Belgrado, na Sérvia. Inicialmente prevista para 2020, a competição foi adiada para 2021 em Nanjing, na China, e ficou para 2023. Belgrado havia sido escolhida como sede de 2022.

Será o primeiro grande evento realizado pela World Athletics (WA) no calendário do ano que vem. Até agora, 12 atletas – duas mulheres e 10 homens – estão qualificados para a competição.

Os atletas interessados em participar do evento terão oportunidade de buscar os índices exigidos pela WA - tanto em provas ao livre como em pista coberta. O calendário nacional oficial de 2022 prevê, por exemplo, a disputa da Copa Brasil Loterias Caixa Indoor para o dia 6 de fevereiro, ainda sem local definido. O torneio é uma oportunidade para os atletas alcançarem as marcas mínimas para o Sul-Americano de Cochabamba, na Bolívia, que será disputado nos dias 19 e 20 de fevereiro.

“Estamos trabalhando desde meados de setembro, com objetivo de participar e bem do Mundial Indoor”, disse o treinador José Haroldo Loureiro Gomes, o Arataca, da Sogipa (RS). “O Samory Uiki vai estrear na temporada indoor no salto em distância e o Almir Júnior vai defender o seu título de vice-campeão do triplo, em Birmingham-2018.”

De acordo com o treinador, a intenção é participar da Copa Brasil Indoor, depois seguir para a Europa e fazer duas ou três competições, disputar o Sul-Americano de Cochabamba, e depois seguir para o Mundial.

Cada país poderá ter dois atletas por prova no Mundial em casos normais (a WA convidou os campeões do World Athletics Indoor Tour de 2021 e eles têm vagas confirmadas independentemente de limite de participantes por nação). No caso do Brasil, caso mais de dois atletas obtenham índice, irão os que tiverem as melhores marcas no Ranking Brasileiro Indoor ou em provas correlatas ao ar livre até o dia 7 de março.

Em toda a história do Mundial Indoor, os atletas brasileiros conquistaram 15 medalhas. Foram quatro de ouro, cinco de prata e seis de bronze. Mauro Vinicius Hilário Lourenço da Silva, o Duda, é o maior nome do Brasil no evento. Ele é bicampeão no salto em distância: venceu o Mundial de Istambul-2012, na Turquia, e o de Sopot-2014, na Polônia.

Atletas com índice para o Mundial Indoor de Belgrado*

Feminino

Núbia Aparecida Soares (Clã Delfos-MG) – salto triplo
Geisa Arcanjo (Pinheiros-SP) – arremesso do peso

Masculino

Erik Felipe Cardoso (SESI-SP) - 60 m
Paulo André Camilo de Oliveira (Pinheiros-SP) – 60 m
Felipe Bardi dos Santos (SESI-SP) – 60 m
Gabriel Constantino (Pinheiros-SP) – 60 m com barreiras
Rafael Henrique Pereira (Clã Delfos-MG) – 60 m com barreiras
Eduardo de Deus (CT Maranhão-MA) – 60 m com barreiras
Samory Uiki (Sogipa-RS) - salto em distância
Almir Cunha dos Santos (Sogipa-RS) - salto triplo
Thiago Braz (Pinheiros-SP) – salto com vara
Darlan Romani (Pinheiros-SP) – arremesso do peso

*Índices obtidos em provas correlatas outdoor

Foto: Wagner Carmo/CBAt

Postar um comentário

To Top