Ásia leva todos os títulos do Mundial de badminton



A supremacia asiática no badminton se mantém por mais um mundial. Com exceção feita a disputa por duplas masculinas, que teve os dinamarqueses Kim Astrup e Anders Rasmussen levando um dos bronzes e o bronze de Anders Antonsen, também dinamarquês, no individual masculino, todas as medalhas do mundial encerrado neste domingo (19) na Espanha, foram para países asiáticos.


O Japão conquistou dois ouros e Singapura, Malásia e China levaram os outros títulos. Um dos ouros japoneses foi na disputa feminina individual, com Yamaguchi Akana vencendo a número um do mundo, Tai Tzu Ying (TPE) por 2 a 0 (21/14 e 21/11). No simples masculino, Loh Kean Yew (SGP) enfrentou um primeiro set pegado, mas conseguiu fazer 2 a 0 (23/21 e 21/14) em cima do indiano Kidambi Srikanth.


O segundo ouro japonês foi nas duplas masculinas, o primeiro do país na categoria. A dupla Kobayashi/Hoki venceu os chineses He Ji Ting/Tan Qiang por 2 a 0, parciais 21/12 e 21/18. 


Nas duplas femininas, a China voltou a vencer após duas edições sem o título. Chen Qing Chen e Jia Yi Fan venceram as sul-coreanas Lee Sohee e Shin Seungchan por 2 a 0 (21/16 e 21/17). 


O torneio de duplas mistas foi vencido pela Tailândia, que conquistou pela primeira vez um título nos pares. Dechapol Puavaranukroh e Sapsiree Taerattanachai foram os campeões, vencendo a dupla japonesa Watanabe Yuta e Higashino Arisa por 2 a 0 (21/13 e 21/14).


A Índia conquistou o outro bronze do individual masculino e a China ficou com os dois bronzes do individual feminino. Nas duplas mistas, Hong Kong e Japão fecharam o pódio, já nas duplas femininas Coreia do Sul e Japão fecharam o pódio, com Dinamarca e Malásia ficando com o terceiro no masculino.


O próximo mundial será em agosto de 2022 em Tóquio e será realizado entre 21 e 28 de agosto. 


Foto: Divulgação/IWF


0 Comentários