Natação brasileira encerra campanha em Cali com medalhas 40 medalhas


A natação brasileira deu show nos Jogos Pan-Americanos Júnior Cali 2021. Foram 19 ouros, 15 pratas e 6 bronzes, totalizando 40 medalhas. No último dia de finais, o Brasil subiu ao pódio em cinco provas. 

A primeira medalha brasileira nesta terça (30) veio nos 1500m livre feminino. Beatriz Dizotti venceu a prova com 16:52.11, colocando quase 10 segundos de vantagem para a argentina Delfina Dini que levou a prata. 

Nos 1500m masculino, o Brasil fez uma dobradinha. Pedro Guastelli ficou em primeiro lugar com 12:24.27, sua melhor marca pessoal, e Stephan Steverink levou a prata com 15:34.41. Nos 200m medley feminino, Fernanda de Goeij com 2:19.32. A prova foi vencida pela uruguaia Nicole Rodrigues com 2:17.46. Esse foi o primeiro ouro do Uruguai em Cali.

Para encerrar, foram realizados os revezamentos medley masculino e feminino. No masculino, como o Brasil estava sem nadadores especialistas de nado peito, Stephan Steverink teve que nadar improvisado, após competir na final B dos 200m medley e nos 1500m livre. O Brasil começou na cola do México, com Ney Filho no nado costas. No peito, o Brasil caiu para o sexto lugar. Kayky Mota no borboleta e Breno Correia no livre, recuperaram para deixar a equipe na segunda colocação, com 3:44.19. Ouro para o México e bronze para a Colômbia.

No revezamento feminino a final foi mais tranquila para as brasileiras. Nadando com Júlia Góes (costas), Giulia Oliveira (peito), Clarissa Rodrigues (borboleta) e Stephanie Balduccini (livre), o Brasil venceu com 4:11.04. México e Colômbia completaram o pódio.

Stephanie Balduccini sai de Cali como o grande nome dos Jogos Pan-Americanos Júnior. Ela conquistou sete medalhas de ouro: 50m e 100m livre e nos revezamentos 4x100m livre e medley feminino e misto e no revezamento 4x200m livre. Outros destaques da delegação incluem Ana Carolina Vieira e Breno Correia, ambos com cinco ouros e uma prata.

Stephanie e Ana fizeram uma dobradinha nos 100m livre - Foto: William Lucas/COB

Foto de capa: William Lucas/COB

Postar um comentário

To Top