Grã-Bretanha marca no último lance e Brasil fica na sexta colocação na penúltima etapa do Circuito de Rugby Sevens


As Yaras (seleção brasileira feminina de rugby sevens) terminaram neste sábado (27) a campanha na penúltima etapa do Circuito Mundial de Sevens e conquistaram a sexta colocação, fazendo a sua melhor campanha na história do circuito. Elas venceram os Estados Unidos por 12 a 10 e perderam a disputa de quinto lugar no último minuto para a Grã-Bretanha por 22 a 21.


A Austrália ficou com o primeiro lugar após derrotar Fiji por 22 a 7 e a França ficou com o bronze depois de vencer a Rússia por 40 a 0.


O Brasil jogou primeiro a última partida da fase classificatória e venceu os Estados Unidos, pela primeira vez na sua história. O jogo foi equilibrado e ficou empatado em número de tries (dois), o que fez a diferença foi a conversão de Raquel Kochhann, responsável pelo triunfo histórico. 


Contra a Grã-Bretanha, quarta colocada nos Jogos do Rio (2016) e Tóquio (2020), as Yaras repetiram a forte marcação no centro do campo e seguraram a pressão nos minutos iniciais, até que Jasmine Joyce anotou o primeiro try para as adversários. As brasileiras responderam com uma arrancada de 40 metros de Bianca Silva para marcar e Raquel converter. 


Assim que começou a segunda etapa, as britânicas conseguiram um try com Elle Boatman, mas as Yaras não demoraram pra virar com try de Edna Santini e conversão de Isadora “Izzy” Cerullo.


O fim de jogo foi emocioante. Abble Brown e Emma Uren colocaram a Grã-Bretanha em vantagem e Gabriela Lima devolveu com um try que parecia garantir a vitória, que ficou ainda mais próxima após Raquel somar mais dois pontos de conversão. Porém, no último momento de partida Crompton conseguiu pontuar e deu a vitória para as britânicas.


A última etapa do circuito é nos dias 3 e 4 de dezembro, mais uma vez em Dubai. Um novo quinto lugar, melhora a posição da seleção no ranking.


Foto: Divulgação/ CBRu

Postar um comentário

To Top