Fazendo a sua melhor competição internacional da carreira, Josué Ferreira conquista três bronzes no Pan-Americano - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Fazendo a sua melhor competição internacional da carreira, Josué Ferreira conquista três bronzes no Pan-Americano

Compartilhe

Josué Ferreira vai guardar boas lembranças de Guayaquil. Na cidade equatoriana, o brasileiro fez, segundo ele, a “melhor competição internacional da carreira”. E isso não é por menos, o brasileiro conquistou três medalhas de bronze na categoria para 81kg do Campeonato Pan-Americano Adulto nesta sexta-feira (5). Para subir ao pódio em três ocasiões, o atleta somou 334kg, sendo 151kg no arranco e 183kg no arremesso.

Por pouco o brasileiro não obteve um resultado ainda melhor. No total, ele ficou atrás do venezuelano Darvin Castro por apenas um quilo, que levantou 335kg (149kg no arranco e 186kg no arremesso). O campeão do dia foi o colombiano Brayan Rodallegas ao cumprir a carga de 347kg no geral, 160kg no arranco e 187kg no arremesso.

“Foi a minha melhor competição internacional da carreira. Consegui acertar cinco tentativas, poderia ter acertado a primeira também, mas tudo certo. Foi uma boa prova, é a minha primeira vez internacionalmente na categoria para 81kg e creio que estou no caminho certo”, comemorou o medalhista de bronze.

A única falha do brasileiro foi na primeira tentativa do arranco, quando ele tentou erguer 145kg. Mesmo com o intento frustrado, ele subiu a carga para 146kg e não decepcionou. Como acertou na segunda vez que foi à plataforma, ele ganhou confiança, o que foi determinante para a última puxada: 151kg válidos.

“No arranco, eu estava bem do aquecimento até a minha última tentativa, que foi o momento em que me senti melhor. A primeira, que foi quando eu errei, senti um pouco a diferença do aquecimento para a tentativa, a barra ficou muito alta e, com isso, eu fiquei um pouco confuso, mas eu já me senti melhor da segunda em diante”, avaliou o brasileiro.

O ouro foi para o atleta da Colômbia, Brayan Rodallegas, que executou 160kg com precisão, enquanto a prata foi para o pesista da casa, Ivan Escudero, que levantou 152kg.

No arremesso, a confiança de Ferreira estava elevada. Isso, aliado a uma boa estratégia do atleta e dos treinadores Dragos Stanica e Alex Tozzi, resultou em uma competição perfeita do pesista do Brasil. Ele acertou todos os movimentos que tentou: 171kg na primeira, 177kg na segunda e 183kg na terceira tentativa.

“O arremesso foi sensacional. Meus treinadores estavam muito atentos na estratégia e, assim como no arranco, eu me senti muito bem desde o aquecimento. Estava bem confiante, e a barra veio tranquilamente”, elogiou o atleta.

O pódio do arremesso foi o mesmo do geral. A primeira colocação foi ocupada por Rodallegas com 187kg levantados, enquanto a segunda, por Castro com 186kg de carga cumprida.


Outros brasileiros


Mais dois atletas do país competiram nesta sexta-feira. Amanda Souza ficou em segundo lugar no grupo B da categoria 71kg feminino, com 87kg no arranco, 114kg no arremesso e 201kg no total. Até o fechamento desta reportagem, o grupo A ainda não tinha sido encerrado. Na categoria 89kg masculino, Renan de Sena ficou em 10° lugar no total, com 295kg (130kg no arranco e 165kg no arremesso).

Nenhum comentário:

Postar um comentário