Definidos os representantes do Brasil no Mundial de levantamento de pesos - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Definidos os representantes do Brasil no Mundial de levantamento de pesos

Compartilhe

Os representantes do Brasil no Campeonato Mundial de Levantamento de pesos já estão definidos. Amanda Schott, Laura Amaro e Marco Túlio Gregório foram convocados pela Confederação Brasileira de Levantamento de Pesos (CBLP) para defender o país na competição que acontece em Tashkent, no Uzbequistão, entre 7 e 17 de dezembro. Os atletas serão acompanhados pelo treinador da Seleção Brasileira, Dragos Stanica.

Dos três representantes, dois fizeram a estreia em competições internacionais adultas no último Pan-Americano Adulto. A competição em Guayaquil, no Equador, que aconteceu no início do mês, foi marcante para Amanda e Laura, pois, além de debutarem internacionalmente, elas tiveram um desempenho excepcional.

Laura, na categoria para 76kg, conquistou duas medalhas no evento, uma prata no arranco e um bronze no total, com boas marcas: 106kg no primeiro movimento e 236kg na soma. Nos 81kg, Amanda subiu três vezes ao pódio, em todas na terceira posição. Ela levantou 226kg, sendo 105kg no arranco e 121kg no arremesso.

“A Laura teve um desempenho maravilhoso, então, se ela repetir ou melhorar o resultado dela, vai ser sensacional. Para ambas (Laura e Amanda), é essencial que elas tenham esse primeiro contato com a elite mundial e perceberem os parâmetros que elas têm de alcançar para a corrida que começa para a Olimpíada (Paris 2024). Vai ser bom, pois elas poderão avaliar em que nível estão no momento”, considerou o técnico Dragos Stanica.

O outro representante brasileiro no Mundial, Gregório, tem muitos motivos para comemorar a participação no Pan. Ele ficou com três medalhas no Equador na categoria para 102kg: prata no total e no arranco e bronze no arremesso. As marcas do mineiro foram 355kg no total, 165kg no arranco e 190kg no arremesso. Para Stanica, a expectativa é que o brasileiro consiga evoluir no Uzbequistão.

“A esperança é que ele melhore a sua melhor marca no ano, que ainda não é o melhor resultado da carreira. Vamos tentar no Mundial repetir ou melhorar o melhor resultado dele”, disse o treinador.

Foto: Divulgação/CBLP

Nenhum comentário:

Postar um comentário