Brasil conquista a prata por equipes na ginástica artística masculina em Cali 2021


 A seleção brasileira de ginástica artística masculina teve um dia de altos e baixos na fase de qualificação dos Jogos Pan-Americanos Júnior Cali 2021. O Brasil chegou a liderar a competição por equipes, mas terminou com a medalha de prata após uma rotação ruim no cavalo com alças.

A equipe brasileira era formada por João Vitor Perdigão, Gustavo Pereira, Diogo Paes e Yuri Guimarães. Os brasileiros começaram competindo nas argolas, somando 37.200 pontos e com a segunda colocação parcial. O Brasil assumiu a liderança no salto sobre a mesa, conseguindo 41.550 pontos. 

Nas barras paralelas (38.550 pontos no aparelho), Diogo e Yuri fizeram as melhores notas da competição e mantiveram o Brasil na primeira posição. Os brasileiros continuaram o bom desempenho na barra fixa (37.950) e no solo (38.500), indo para a última rotação com um ponto de vantagem para os Estados Unidos. Porém, apenas Gustavo passou pelo cavalo com alças sem quedas e os brasileiros conseguiram apenas 32.600 pontos no aparelho.

Os Estados Unidos ficaram com a medalha de ouro na prova por equipes com 230.700. O Brasil levou a prata com 226.350. A Colômbia terminou com a medalha de bronze com 220.950.

Equipes de Brasil, Estados Unidos e Colômbia posam com suas medalhas no pódio
Pódio da competição por equipes - Foto: Ricardo Bufolin/CBG
A competição de hoje também definiu o pódio do individual geral. Vahe Petrosyan dos Estados Unidos levou o ouro com 77.100 pontos. O chileno Luciano Letelier ficou com a prata (76.500), com Tobias Liang, também dos Estados Unidos (76.350), completando o pódio. Yuri Guimarães foi o melhor brasileiro, terminando na sexta colocação com 75.250 pontos.

Fotos: Ricardo Bufolin/CBG

0 Comentários