Primeira medalhista olímpica de Kosovo se aposenta do judô - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Primeira medalhista olímpica de Kosovo se aposenta do judô

Compartilhe



A judoca Majlinda Kelmendi, responsável pela primeira medalha de ouro olímpica da história de Kosovo, anunciou sua aposentadoria. Campeã na categoria até 52 kg na Rio-2016, a atleta marcou seu nome na história não apenas pelo primeiro título de seu país, mas por subir ao lugar mais alto do pódio representando um país que não é reconhecido por parte da comunidade internacional.


Pioneira e homenageada com uma estátua em seu país, Kelmendi começou a chamar a atenção do mundo em 2009, quando foi campeã mundial júnior. No ano seguinte, ela venceu a etapa de Tunis (TUN) do circuito, seu primeiro Grand Prix de dez no total. Em Londres-2012, impossibilitada de representar seu país, ela competiu pela a Albânia, sendo eliminada na segunda fase


Em 2013 e 2014 conquistou o bicampeonato mundial, assumindo a liderança do ranking mundial da categoria e na Rio-2016, onde foi porta-bandeira, ela conquistou a primeira medalha olímpica de Kosovo, sendo campeã em cima da italiana Odette Giufrida. No currículo, ela ainda tem sete títulos de Grand Slams, três Campeonatos Europeus, um ouro em Jogos Europeus e um World Masters.


Nos Jogos de Tóquio-2020, ela perdeu na primeira fase para a húngara Reka Pupp, por um waza-ari no golden score, essa foi sua última competição antes da aposentadoria. Kelmendi se despede dos tatames com 29 ouros, seis pratas e nove bronzes, totalizando 44 medalhas. Distria Krasniqi (48kg) e Nora Gjakova (57kg), ambas do judô, levaram o Kosovo ao lugar mais alto do pódio em Jogos Olímpicos.


Foto: Emanuele Di Feliciantonio/ IJF

Nenhum comentário:

Postar um comentário