Ministro da Imigração da Austrália diz que Novak Djokovic não entrará no país sem estar totalmente imunizado - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Ministro da Imigração da Austrália diz que Novak Djokovic não entrará no país sem estar totalmente imunizado

Compartilhe


Em um programa matinal, o ministro da imigração da Austrália disse que o tenista Novak Djokovic não entrará no país sem tomar as duas doses da vacina contra a COVID-19.

De acordo com o ministro Alex Hawke, em entrevista ao RN Breakfast, o conselho é de que se as fronteiras da Austrália para o exterior forem abertas, todos terão que ter tomado as duas doses da vacina contra a COVID-19.

O que significa que para disputar o Aberto da Austrália, o primeiro grand slam do tênis do ano, o sérvio terá que tomar as duas doses.

 

Publicamente Djokovic se recusa a tomar vacinas, sendo que o tenista, atual número 1 do ranking mundial da ATP, chegou a contrair a COVID-19 em junho de 2020 após participar do Adria Tour, uma série de torneios que acabou por ser cancelada durante a segunda etapa, em Belgrado (SRB), após a contaminação de quatro tenistas, como o búlgaro Grigor Dimitrov e o austríaco Dominic Thiem.

O sérvio também não aceitou fazer parte de campanha para vacinação e obrigatoriedade de serem vacinados no circuito da ATP.

O Aberto da Austrália será realizado a partir do dia 17 de janeiro.

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário