Luta greco-romana define primeiros campeões no Mundial de wrestling - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Roman Vlasov exibe bandeira da Federação Russa de Wrestling

Quatro países levaram títulos nesta sexta-feira (8) nas disputas de medalha da Luta Greco-Romana no Mundial de Wrestling, mas com Azerbaijão e Rússia se destacando pela presença regular em pódios. Atletas da Federação Russa de Wrestling conquistaram 1 ouro, 2 pratas e 1 bronze nas quatro categorias possíveis, além de colocar três atletas nas disputas de medalha do sábado (9). Azerbaijão venceu 1 ouro, 1 prata e 1 bronze, enquanto Armênia e Japão completaram o time de países vencedores no primeiro dia de finais da luta greco-romana no mundial de wrestling disputado em Oslo, Noruega.

O título dos 55kg ficou com o japonês Matsui Ken que derrotou Emin Narimanovitch Sefershaev, da Federação Russa de Wrestling. Sefershaev abriu o placar com 1-0, mas o japonês iniciou a virada ainda no segundo tempo, aproveitando-se bem da posição par terre para abrir 3-1 e conseguiu novos golpes nos minutos finais para fechar em 7-1. 

Na primeira disputa de bronze da categoria, deu Nugzari Tsurtsumia, da Geórgia, que venceu por superioridade técnica, assim que alcançou placar de 9 a 0 sobre o armênio Norayr Hakhoyan. No segundo confronto, o turco Ekrem Ozturk abriu 2 a 1, mas Eldaniz Azizli, do Azerbaijão virou e venceu por 5-2.

Nos 72kg da greco-romana, o armênio Malkhas Amoyan se segurou bem e derrotou o russo Sergei Kutuzov por 3 a 1. Curiosamente, Kutuzov não estava na lista original de inscritos da Federação Russa de Wrestling e entrou na competição de última hora. 

Håvard Jørgensen tenta um golpe contra Kristupas Sleiva
 Esperança local de medalha, Håvard Jørgensen caiu para Kristupas Sleiva na final da repescagem (Foto: United World Wrestling / Tony Rotundo)


Os bronzes ficaram com Gevorg Sahakyan, da Polônia e Kristupas Sleiva, da Lituânia. No primeiro confronto, Sahakyan e o turco Cengiz Arslan empataram em 1-1, mas como o polonês conquistou o último ponto, levou o bronze. Já Sleiva foi dominante diante do iraniano Mohammed Reza Mokhtari e abriu 10 a 1 faltando 4 minutos e 20 segundo de combate e comemorou muito o bronze.

Melhor sorte para a Rússia na 77kg, categoria em que Roman Vlasov (foto acima) conquistou o ouro com uma atitude defensiva diante de Sanan Suleymanov, do Azerbaijão, com vitória pro 2 a 1. O iraniano Mohammadali Geraei, que terminou em quinto em Tóquio 2020, conquistou um dos bronzes ao vencer o húngaro Tamas Levai, enquanto o alemão Roland Schwarz derrotou por 10 a 5 Tsimur Berdyieu, de Belarus para levar o segundo bronze.

Medalhista de bronze nos 77kg nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o azeri Rafig Huseynov fez valer os quilos a mais conquistados nos últimos dois meses e conquistou o título mundial nos 82kg, sua categoria principal, vencendo o turco Burhan Akbudak por 2-1 num combate eletrizante. Nas disputas de bronze, dois domínios dos russos Adlan Akiev, sobre o sueco Alex Bjurberg Kessidis por 8-0, e do iraniano Pejman Poshtam, sobre o húngaro Lászlo Szabó, por 4-0.

Foto: United World Wrestling / Kadir Caliskan

Nenhum comentário:

Postar um comentário