Judô do Brasil fecha mundial militar na França com 11 medalhas - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Judô do Brasil fecha mundial militar na França com 11 medalhas

Compartilhe


O Brasil fez boa participação no mundial militar de judô, disputado nesse último fim de semana em Bertigny Sur Orge, na França. Foram 11 pódios no total, com três ouros, quatro partas e quatro bronzes.


Os ouros foram conquistados no sábado (30) por Rafaela Silva, de volta a uma competição internacional após sua suspensão por doping, na categoria até 57 kg, onde enfrentou Jéssica Lima em uma final brasileira, vencendo a compatriota por ippon e conquistando o bi - Rafaela já tinha sido campeã mundial militar em 2018.


Já Willian Lima levou o ouro na categoria até 66kg também no sábado (30) ao derrotar Alim Balkarov por um wazari no golden score. No domingo (31), Guilherme Schmidt foi o único brasileiro a subir no alto do pódio, vencendo na categoria até 81kg o ucraniano Hievorth Manukian por ippon.


Além de Jéssica, ficaram com a medalha de prata no mundial militar Beatriz Souza (+78kg) foi superada pela  Julia Tolofua por um ippon por imobilização na decisão; Rafael Macedo (90kg) perdeu para o uzbeque Davlat Bobonov  por dois wazaris, que juntos são contabilizados como um ippon e encerram a luta e na categoria acima de 100kg, o russo Inai Tasoev  derrotou por ippon David Moura.


Os medalhistas de bronze do Brasil foram Amanda Lima (48kg), Aléxia Castilhos (63kg), Ellen Santana (70kg) e David Lima (73kg). No total, os judocas brasileiros terminaram com um bom retrospecto, com 16 judocas representaram o Brasil na competição e 11 subindo ao pódio.


foto: reprodução/Youtube

Nenhum comentário:

Postar um comentário