Guilherme Toldo é prata no Torneio Satélite de Guadalajara - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Guilherme Toldo é prata no Torneio Satélite de Guadalajara

Compartilhe

A volta de Guilherme Toldo aos torneios internacionais de esgrima, após os Jogos Olímpicos de Tóquio, foi com uma medalha de prata no peito. O brasileiro, que era o principal favorito no Torneio Satélite de Guadalajara, no México, ficou com o vice-campeonato, com grande atuação e perdendo apenas um único combate em toda a disputa neste domingo (3).

Toldo teve uma pule formada praticamente por mexicanos. Bateu Alexis Baron (5 a 0), Uriel Salcedo (5 a 2), Tommaso Archilei (5 a 3), Emiliano Renteria (5 a 1), Emilio Garcia (5 a 1) e o único atleta de fora do México entre os adversários da primeira fase, o salvadorenho Mihail Alejandro Jimenez (5 a 2). A excelente performance fez com que Toldo saísse com a melhor campanha desta fase.

Ele continuou em ritmo intenso nas fases eliminatórias do Torneio Satélite. No quadro de 32, não deu nenhuma chance ao mexicano Hugo Alvarez, vencendo por 15 a 1. Na fase de 16, bateu o colombiano Miguel Angel Mena, por 15 a 6. Na sequência, foi a vez de o norte-americano Charles Oursler sentir a força de Toldo: 15 a 7.

No confronto da semifinal, o brasileiro superou o mexicano Carlos Lopez, que vinha fazendo uma campanha surpreendente desde a fase de pules, por 15 a 8. A decisão foi contra o cabeça de chave número 2, o principal atleta da casa, Diego Cervantes, número 76 do ranking mundial do florete masculino.

O mexicano, de apenas 20 anos, já com uma participação olímpica no currículo, criou extrema dificuldade para Guilherme Toldo na final. Abriu vantagem de quatro pontos logo no início do primeiro tempo e administrou bem o combate, chegando a ter sete de vantagem.

No finalzinho do primeiro tempo, Toldo conseguiu um toque, após contestar decisão da arbitragem e pedir a interferência do árbitro de vídeo, diminuindo a diferença para 13 a 7. Mas, Cervantes definiu o duelo logo no início do segundo tempo: 15 a 7.

Foto de capa: Arquivo/Augusto Bizzi/FIE

Nenhum comentário:

Postar um comentário