Austrália vence Brasil por 3 a 1 em amistoso e quebra invencibilidade de nove jogos - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Austrália vence Brasil por 3 a 1 em amistoso e quebra invencibilidade de nove jogos

Compartilhe


A Austrália derrotou o Brasil por 3 a 1 neste sábado (23) no Commbank Stadium, em Sydney. O resultado acabou com a invencibilidade de nove jogos da seleção de Pia Sundhage. Polkinghorne, Fowler e Van Egmond marcaram para a equipe da casa e Adriana, em seu retorno a seleção, descontou para a seleção brasileira.


Pia decidiu não colocar Marta como titular, enquanto seu compatriota, Tony Gustavsson, escalou Kerr, indicada ao prêmio de melhor do mundo entre as onze iniciais. 


Esse foi o primeiro evento internacional esportivo em Sydney desde o início da pandemia e o estádio teve liberado a ocupação de 70% das cadeiras, com torcedores de diversos times brasileiros como Corinthians, Palmeiras e Grêmio presentes. 



O próximo jogo das duas seleções será na terça, às 06h05 com transmissão do Sportv. Os amistosos servem de preparação para a Copa América 2022, que dá vaga para a Copa do Mundo FIFA 2023 com sede na Austrália e Nova Zelândia e também classifica para Paris-2024


O jogo 

As Matildas começaram melhor principalmente com descidas pela direita, com Érika e Tamires muito bem evitando chances de gol. Aos oito minutos. Yallop ficou frente a frente com Letícia e a goleira brasileira levou a melhor, porém um choque entre as duas deixou a arqueira caída no chão por dois minutos. 


Ludmilla deu o primeiro chute do Brasil aos quinze minutos em finalização defendia tranquilamente por Williams. Se destacando na parte defensiva, Tamires deu uma caneta em Foord, na saída de bola. 


O primeiro tempo chegou aos 30 minutos com um chute a gol de cada seleção e 64% de posse de bola para as Matildas, que chegavam mais a área brasileira. A segunda chegada de perigo do Brasil veio cinco minutos depois em cobrança de escanteio que acabou parando duas vezes na goleira australiana. 


Em cobrança de falta de Catley na pequena área, Kerr ajeitou para Polkinghorne que conferiu e abriu o placar com 37 minutos de jogo. No último lance antes do intervalo, Ana Vitória cabeceou livre nas mãos de Williams. 


Segundo tempo

O Brasil voltou para o segundo tempo com Adriana, Geyse, Katrine e Tainara no lugar de Ludmilla, Giovana, Tamires e Érika. A atacante campeã brasileira pelo Corinthians começou bem, exigindo uma defesaça da goleira logo em seu primeiro ataque.


A Austrália só foi chegar com perigo aos 16 em cabeçada de Van Egmond defendida com facilidade por Letícia. Na sua segunda chegada, com 20 minutos de jogo, as Matildas ampliaram com gol de Fowler de cabeça, que estava livre após cruzamento de Van Egmond. 


A seleção respondeu rápido e dois minutos depois, Adriana roubou a bola, invadiu a área e no embate cara a cara com a goleira, a atacante descontou para o Brasil. Após o gol, Pia colocou Marta e Debinha no lugar de Kerolin e Ana Vitória. A entrada da rainha levou a torcida brasileira presente no estádio ao delírio.


As alterações melhoraram o meio campo brasileiro, que passou a criar mais jogadas. Mas, em jogada de linha de fundo iniciada por Kerr, Van Egmond aproveitou cruzamento de Catley e ampliou a vantagem australiana aos 35 minutos de jogo.


Debinha deu seu primeiro chute a gol aos 40, em chute que contou com desvio e foi para fora. Marta não finalizou no jogo. 


Ficha Técnica:


Brasil: Letícia, Antônia, Érika (Tainara), Bruninha, Tamires (Katrine), Ana Vitória (Debinha), Andressa Alves, Kerolin (Marta), Ary Borges, Ludmila (Geyse) e Giovana (Adriana)


Austrália: Williams, Polkinghorne, Catley, Foord (Wheeler), Fowler, Yallop (Siemsen), Kennedy, Simon (Van Egmond), Cooney-Cross (Grant), Kerr e Carpenter


Gols: Polkinghorne (35/1ºT), Fowler (16/2ºT), Adriana (20/2ºT), Van Egmond (35/2ºT)


Cartões amarelos: Kennedy (AUS), Geyse (BRA)


Foto: Thais Magalhães/ CBF

Nenhum comentário:

Postar um comentário