Wendell Belarmino é bronze nos 100m borboleta S11 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Wendell Belarmino é bronze nos 100m borboleta S11

Compartilhe
Wendell Belarmino fazendo o nado borboleta. Ele usa óculos verde e touca amarela e está com os braços para trás.

E terminou a natação nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. No último dia de disputa, o Brasil conquistou uma medalha de bronze, com Wendell Belarmino nos 100m borboleta masculino S11. A delegação brasileira terminou os Jogos com 23 medalhas: 8 ouros, 5 pratas e 10 bronzes. Em número de pódios, esta é a melhor campanha do Brasil, superando as 19 medalhas de Pequim-2008 e da Rio-2016.

Wendell Belarmino teve uma ótima recuperação na final dos 100m borboleta S11 para conquistar o bronze. Na virada dos 50m, o brasileiro estava em 7º lugar. Na volta da piscina, Wendell imprimiu um ritmo forte e foi subindo de posição aos poucos. 

Nos metros finais, o brasileiro teve uma ótima chegada, ultrapassando Rogier Dorsman dos Países Baixos e Matthew Cabraja do Canadá para terminar na 3ª posição com 1:05.20. O Japão levou as outras medalhas. Kimura Keiichi ficou com o ouro com 1:02.57 e Tomita Uchu conquistou a prata com um tempo de 1:03.59

Nos 100m borboleta feminino S8, Cecília Araújo terminou na sexta posição. A brasileira passou em quarto lugar nos primeiros 50 metros, mas acabou perdendo o ritmo na parte final da prova, concluindo em 1:26.26. Jessica Long dos Estados Unidos ficou com o ouro (1:09.87). Prata para a russa Viktoriia Ishchiulova (1:10.80) e bronze para Laura Gonzalez da Colômbia (1:20.93).

Gabriel Cristiano ficou em 8º lugar nos 100m borboleta masculino S8, com um tempo de 1:05.38. O atleta brasileiro teve um bom início, se colocando no bolo dos candidatos ao pódio e fazendo a virada na quinta posição. Mas no fim, Gabriel caiu de posição nos 50 metros finais, terminando na última posição na final. Robert Griswold dos Estados Unidos venceu com 1:02.03. A China levou a prata com Yang Feng (1:03.20) e Denys Dubrov da Ucrânia ficou com o bronze (1:03.23).

Esthefany Rodrigues completou os 200m medley feminino SM5 em 3:47.92 e terminou em 7º lugar. Esthefany teve um bom início de prova, passando em terceiro lugar na parcial do nado borboleta. Mas a atleta não conseguiu manter o ritmo forte nos demais nados e acabou ficando fora do pódio. A China fez uma dobradinha com Lu Dong levando o ouro (3:20.53) e Cheng Jiao a prata (3:20.80). Monica Boggoni da Itália ficou com a medalha de bronze (3:39.50)

Na final dos 50m costas masculino S4, Ronystony Silva ficou com o 8º lugar com 46.95. A disputa pelo ouro foi definida na chegada, com o russo Roman Zhdanov batendo o tcheco Arnost Petracek por menos de três décimos de segundo. Zhadanov conseguiu um tempo de 40.99, quebrando o recorde mundial da prova. O jovem mexicano Angel Camacho, de apenas 16 anos, ficou com a medalha de bronze com 43.25.

A última final da natação em Tóquio foi o revezamento 4x100m medley masculino - 34 pontos. O Brasil nadou com Andrey Garbe (S9) no costas, Ruan Sousa (SB9) no peito, Phelipe Rodrigues (S10) no borboleta e Talisson Glock (S6) no livre e terminou no 7º lugar com  4:24.61. O Comitê Paralímpico Russo ficou com o ouro, a Austrália com a prata e a Itália com o bronze.

Foto de capa: Rogério Capela/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário