Brasil não tem dia bom na Copa das Nações de ciclismo pista - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias


Está sendo disputada neste final de semana a Copa das Nações de ciclismo pista, em Cali, na Colômbia. O Brasil está presente na competição e três representantes entraram em ação neste sábado (11), mas não tiveram bons desempenhos. Wellyda Rodrigues foi a 12ª no Omnium feminino, enquanto a dupla Fabio e Ricardo Dalamaria terminaram em oitavo no Madison masculino.

Wellyda ficou na 12ª colocação no Omnium, disciplina combinada que reúne quatro provas. A brasileira não teve desempenhos destacáveis em nenhuma das disputas. Ela foi 14ª no stratch; não conseguiu sprintar na liderança em nenhuma das 30 voltas da tempo race e ainda tornou-se retardatária; acabou em 11ª na corrida de eliminação; e finalizou a corrida por pontos com apenas um ponto.

A vencedora foi a polonesa Daria Pikulik, que sobrou e marcou 147 pontos. A medalha de prata ficou com a ucraniana Tetyana Klimchenko, com 118 pontos, e o bronze foi para a colombiana Lina Marcela Hernandez, com 116. Wellyda marcou 55 pontos para ficar em 12º lugar entre 16 atletas que participaram da competição. 

Fabio e Ricardo não vão bem no Madison

Fabio e Ricardo ficaram na oitava colocação no Madison, com um saldo negativo de -18 pontos. Os brasileiros sofreram com quedas durante a prova, uma no início e outra no final, e não fizeram boas trocas. Eles alternaram em posições intermediárias durante a disputa e marcaram seus dois únicos pontos no décimo sprint, ao terminarem em terceiro lugar.

Ao final da antepenúltima parcial, Fábio e Ricardo ainda tornaram-se retardatários e perderam 20 pontos, terminando com -18. Apenas dez equipes participaram da disputa do Madison e duas delas (Barbados e Malásia) não completaram. Assim, o Brasil foi o último dentre as que finalizaram a competição.

Kenny de Ketele e Tuur Dens, da Bélgica, venceram com sobras, marcando 89 pontos. Kenny esteve presente na Olimpíada de Tóquio e terminou na quarta posição na ocasião, competindo ao lado de Robbe Ghys. A Colômbia, de Juan Esteban Carvajal e Jordan Arley Parra, ficou com a prata com 68 pontos. Antonio Cabrera e Felipe Penaloza, do Chile, foram bronze com 40 pontos.

Outros brasileiros na Copa das Nações


Outros brasileiros já haviam entrado em ação pela Copa das Nações um dia antes, disputando a corrida de eliminação. O melhor resultado foi de Alice Melo, que terminou na quinta colocação no naipe feminino, em prova que teve a mexicana Yareli Mendoza como vencedora. Entre os homens, Samuel Stachera foi o 13º. O trinitino Akil Campbell ficou com a medalha de ouro.

A Copa das Nações é uma das novidades do calendário internacional do ciclismo pista para a temporada de 2020/2021. É uma competição que surgiu para substituir a Copa do Mundo. Este ano, já foram realizadas outras duas etapas antes da de Cali, em Hong Kong e em São Petersburgo, na Rússia.

A Copa das Nações de Cali será encerrada neste domingo (12) e o Brasil contará com mais representantes. Samuel Stachera e Ricardo Dalamaria disputarão o Omnium masculino, enquanto Wellyda e Alice participarão do Madison feminino, como uma dupla.

Fotos: Divulgação/Fedeciclismo

Nenhum comentário:

Postar um comentário