Vincent Zhou vence Troféu Nebelhorn e conquista vaga olímpica extra para EUA; Alemanha vence nos pares - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Vincent Zhou vence Troféu Nebelhorn e conquista vaga olímpica extra para EUA; Alemanha vence nos pares

Compartilhe

Estão definidas as vagas da patinação artística nos Jogos Olímpicos de Inverno Pequim 2022 no individual masculino e nos pares. A definição veio após a disputa do programa longo no Troféu Nebelhorn, em Oberstdorf, na Alemanha, que distribui as últimas cotas olímpicas na modalidade.


No masculino, Vincent Zhou confirmou o favoritismo e conquistou uma vaga adicional para os Estados Unidos. No programa longo, o norte-americano fez uma boa apresentação, apesar de não conseguir completar as rotações em alguns de seus saltos. Zhou tirou 186.88 pontos no programa longo e 284.23 no total.



O francês Adam Siao Him Fa conquistou a medalha de prata e uma segunda vaga olímpica para seu país. Fa tinha feito um bom programa curto, terminando em segundo lugar após o primeiro dia da competição. No programa longo, o atleta começou bem a sua apresentação que conta com um medley do duo eletrônico francês Daft Punk. Mas Fa teve duas quedas feias em um triplo lutz e no seu triplo flip. Mesmo assim, ele conseguiu 154.55 pontos na apresentação e 243.78 no total. 

O russo Mark Kondratiuk levou o bronze na competição. Seu programa longo foi ao som da trilha sonora do musical “Jesus Cristo Superstar” e recebeu 159.58 pontos. Kondratiuk teve uma boa execução ao longo da apresentação, com exceção da aterrissagem de alguns saltos como o seu quádruplo toeloop e o triplo Lutz. Ele terminou com 241.06 pontos no total, conquistando uma terceira vaga para o Comitê Olímpico Russo. 


Também conquistaram vagas olímpicas para seus países: Lee Si-heyong (KOR), Vladimir Litvintsev (AZE), Brendan Kerry (AUS), Roman Sadovsky (CAN). Assim, a distribuição das cotas olímpicas ficou assim:

3 vagas - ROC, JPN, USA
2 vagas - ITA, CAN, FRA, KOR
1 vaga - CHN, GEO, SUI, EST, BLR, LAT, CZE, MEX, UKR, SWE, ISR, AZE, AUS

Caso haja alguma desistência, a classificação do Troféu Nebelhorn será usada para realocações. Os próximos países na listas são: Turquia, Armênia, Grã-Bretanha e Alemanha. 

Nos pares, Georgia, Espanha e Israel ficaram com as três vagas olímpicas disponíveis. Minerva Hase e Nolan Seegerto da Alemanha (que não concorriam a vaga olímpica) venceram a competição com 185.25 pontos. 

Os espanhóis Laura Barquero e Marco Zandron ficaram com a prata e a primeira vaga olímpica com 181.61 pontos. A dupla fez uma boa apresentação no programa longo ao som de “Imagine” e conseguiram a melhor nota do programa longo (119.60).

Líderes do programa curto, Karina Safina e Luka Berulava (GEO) tiveram que abortar um levantamento durante a apresentação, mas conseguiram terminar no terceiro lugar, com 178.16 pontos no total.



Os israelenses Hailey Kops e Evgenii Krasnopolski ficaram com a última cota olímpica. A dupla havia ficado em sétimo lugar no programa curto, mas conseguiu ultrapassar os chineses Wang Yuchen e Huang Yihang que estavam com a terceira vaga após a primeira apresentação, mas tiveram duas quedas no programa longo.

O resultado é histórico para Espanha e Geórgia que pela primeira vez classificaram uma dupla para a disputa dos pares nos Jogos Olímpicos de Inverno. A distribuição das cotas olímpicas ficou assim:

3 vagas - ROC
2 vagas - CHN, CAN, USA, ITA
1 vaga - JPN, AUT, GER, HUN, CZE, ESP, GEO, ISR

Os próximos países na lista de realocações são: China, Belaus, Austrália e Países Baixos.

Neste sábado (25), serão definidas as últimas vagas no feminino e na dança no gelo. A competição começa às 5h (horário de Brasília) e você pode acompanhar aqui.
Foto de capa: Robin Ritoss/Robin Ritoss Photography

Nenhum comentário:

Postar um comentário