Luis Carlos Cardoso conquista a prata na paracanoagem - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Luis Carlos Cardoso conquista a prata na paracanoagem

Compartilhe

É prata! Luis Carlos Cardoso conquistou a primeira medalha da canoagem brasileira nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Ele faturou a prata na prova do KL1 masculino, disputada nesta quinta-feira (02), percorrendo os 200m de corrida em 48s031, ficando 2,5s atrás do húngaro Peter Kiss, que levou o ouro.

Luis conseguiu melhor resultado do país na modalidade em Paralimpíadas, que até então só tinha um bronze na Rio-2016, com Caio Ribeiro. O jovem Peter Kiss, atual campeão mundial, não só levou o ouro como também estabeleceu a melhor marca da história da prova em Paralimpíadas. O francês Remy Boulle ficou com o bronze.

Balizado na raia 5, Luis teve uma ótima saída e liderou os primeiros metros de corrida. Sua alegria, porém, durou pouquíssimo tempo, já que Kiss logo tomou a ponta, disparou e não foi mais alcançado. Luis se manteve na segunda colocação e sofreu alguns sustos de Boulle, mas conseguiu segurar a posição.

Aos 36 anos, Luis Carlos Cardoso foi quarto colocado nesta prova na Rio-2016 e agora consegue seu primeiro pódio. Ele tem no currículo um título mundial no KL1, em 2015, além de quatro bronzes mundiais consecutivos, entre 2016 e 2019. Luis ainda disputará a semifinal do VL2 em Tóquio, prova em que é o atual campeão mundial.

Outras finais

Outros três brasileiros participaram das finais nesta quinta. Bronze na Rio-2016, Caio Ribeiro terminou na quinta colocação no KL3, marcando 42.005, a pouco mais de 0.700 atrás do terceiro colocado, o britânico Robert Oliver. O ucraniano Serhii Yemelianov foi ouro, sagrando-se bicampeão paralímpico, enquanto o russo Leonid Krylov faturou a prata.

Fernando Rufino foi o sexto colocado no KL2. Depois de ter ido muito bem na semifinal, ele não teve uma boa saída na final e precisou fazer uma prova de recuperação. A disputa foi muito embolada e Peão chegou a brigar pelo quarto lugar, e terminou em sexto, a seis décimos do pódio. O australiano Curtis McGrath foi ouro.

Na única disputa feminina, Debora Raiza Benevides ficou em sétimo lugar no VL2, prova que faz sua estreia no programa, bem distante das primeiras colocações. A britânica Emma Wiggs confirmou o favoritismo e levou o ouro. Aos 41 anos, ela foi ouro no KL2 na Rio-2016 e é bicampeã munidal no VL2.

Foto de capa: Miriam Jeske/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário