Brasileiros não avançam às finais no primeiro dia do Mundial Júnior de tiro esportivo - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasileiros não avançam às finais no primeiro dia do Mundial Júnior de tiro esportivo

Compartilhe
Mundial Junior de tiro esportivo


Começou nesta quarta-feira (29), em Lima, no Peru, o Campeonato Mundial Júnior de tiro esportivo, para atletas de até 21 anos de idade. O Brasil conta nove representantes na competição e quatro deles já fizeram suas estreias, mas nenhum avançou às finais. Caio Silas de Almeida foi quem teve o melhor desempenho, terminando em 23º na qualificatória da pistola de ar 10m.

Caio foi o 23º da disputa que reuniu 50 atletas. Ele marcou 567 pontos, com 16 acertos na mosca. O paulista, de 17 anos, não teve um início não bom, com 91 pontos, mas cresceu na prova e atingiu 96, 95, 97 e 95 em sequência. Finalizando sua participação, ele teve uma queda de rendimento e marcou 92 pontos na última sessão.

O brasileiro ficou a nove pontos de avançar à final da competição - apenas os oito melhores se classificaram. O último da lista dos finalistas foi o belarrusso Abdul-Aziz Kurdzi, que anotou 576 pontos. A qualificatória teve uma dobradinha indiana, com Naveen Naveen na liderança, seguido por Sarabjot Singh, ambos com 584 pontos (23 acertos na mosca contra 21).

Entre as participantes brasileiras nas disputas femininas, Mariana Betoni, de 18 anos, terminou a qualificatória em 37º lugar na pistola de ar 10m, obtendo 553 pontos, com nove acertos na moscas e uma sequência de 94-89-94-94-92-90. Na mesma prova, Sara Laís da Rosa, de 17 anos, fechou na 45ª colocação, com 538 pontos totais (91-87-92-86-90-92).

Apenas as oito primeiras colocadas avançaram às finais. Camille Jedrzejewski, da França, liderou a qualificatória, com 580 pontos (18 na mosca), seguida pelas indianas Rhythm Sangwan e Manu Bhaker, com 577 e 574, respectivamente. A última classificada foi a romena Daria-Olimpia Haristiade, com 570 pontos.

A mais experiente na delegação brasileira, Geovana Meyer ficou na 52ª colocação na carabina de ar 10m, com 609.4 pontos (100.0, 102.9, 102.2, 100.3, 102.2, 101.8). A líder da qualificatória foi a francesa Oceanne Muller, com 632.6, seguida pela estadunidense Mary Carolynn Tucker, medalhista de prata em Tóquio 2020. A última classificada foi a húngara Eszter Denes, com 628.6.

Foto de capa: Divulgação/FDNTP

Nenhum comentário:

Postar um comentário