Brasil vence o Chile com tranquilidade e se aproxima de mais um título sul-americano de vôlei - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil vence o Chile com tranquilidade e se aproxima de mais um título sul-americano de vôlei

Compartilhe


O Brasil venceu o Chile por 3 sets a 0 (25/11, 25/19 e 25/14) nesta sexta-feira (17), em Barrancabermeja, na Colômbia, pela terceira rodada do Sul-Americano feminino de vôlei. O resultado deixa a seleção com nove pontos na classificação e com uma combinação de resultados pode garantir a vaga no Mundial de 2022 com antecedência, sem entrar em quadra. Para isso, o Peru deve perder os próximos dois jogos.


Ana Cristina e Lorrene foram as maiores pontuadoras. Ana foi a única jogadora a participar dos três jogos da seleção no torneio. Rosamaria, poupada nas partidas anteriores, entrou no terceiro set. O último jogo é domingo às 21h30 contra às anfitriãs colombianas, com transmissão do SporTV 2.


O jogo

1ºset

A seleção começou com um time quase inteiramente diferente ao do jogo contra a Argentina com Beatriz, Lorrene, Ana Cristina, Mayany, Kasiely, Roberta e Natinha. Embora, tenha deixado o Chile ficar perto no placar, o Brasil chegou na primeira parada com 8-4, com direito a um ace de Ana Cristina. Ela mostrou logo no início que vinha para um bom jogo e com um ataque no meio colocou 14-8 no marcador, levando a mais um pedido de tempo chileno.


Com a ajuda de erros da seleção adversária, contando com as pancadas de Ana Cristina e o bloqueio, o Brasil chegou a abrir mais de dez pontos de vantagem, fechando o primeiro set em 25-11. 


2ºset 

O Brasil começou abrindo 3-0 com dois pontos de bloqueio de Mayany e um ace de Roberta. Depois, uma sequencia de erros chilenos, levou o placar para 7-2 pra seleção brasileira. Ana Cristina manteve o nível da atuação contra a Argentina, quando foi uma das maiores pontuadoras e ajudou a por 11 pontos de vantagem, deixando o marcador em 16-5 na segunda parada.



O Chile melhorou, entrando em uma sequencia de pontos conseguindo seu primeiro ponto de bloqueio e seu primeiro ace, diminuindo a vantagem e deixando o marcador em 20-16. Mais brigado que o primeiro set, a segunda parcial terminou em largadinha de Kasiely em 25-19.



3ºset

Embaladas pela performance no segundo set, as chilenas fizeram jogo duro no início da última parcial, mas o Brasil se manteve na frente abrindo 10-6, com o décimo ponto de Ana no jogo. Com o placar em 12-8, Zé resolveu colocar Rosamaria em quadra, a jogadora foi poupada nos primeiros dois jogos. 



Bem no set, Lorrene ajudou a seleção a colocar sete pontos de vantagem. Deu tempo ainda de Rosamaria pontuar no bloqueio e no ataque, fechando jogo com três pontos. Coube a Lorrene fechar o set em 25-14 e deixar o Brasil mais perto do título e da vaga no Mundial de 2022.


Foto em destaque: Reprodução/ CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário