Bia Ferreira confirma favoritismo e é ouro no Mundial Militar de boxe - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Bia Ferreira confirma favoritismo e é ouro no Mundial Militar de boxe

Compartilhe

Beatriz Ferreira conquistou na manhã deste sábado (25) mais um título para sua extensa coleção. A brasileira derrotou a venezuelana Krisandi Rios Ojeda, por decisão unânime, na final da categoria até 60kg e sagrou-se campeã do Mundial Militar de boxe, em Moscou, na Rússia. Barbara Santos (69kg) e Leanderson Conceição (49kg) perderam suas finais e acabaram com a prata.

Principal atleta da competição, Bia Ferreira confirmou o favoritismo e conquistou o ouro. Antes de chegar na final, ela já havia passado por três adversárias e, inclusive, teve que superar uma polêmica nas quartas, quando precisou entrar com recurso para reverter o resultado de uma luta. Na final, a brasileira não teve maiores problemas para superar Krisandi Ojeda.

Além da conquista da vice-campeã olímpica, outros dois brasileiros disputaram finais no Mundial Militar neste sábado e ambos perderam por decisão unânime, ficando com a prata. Barbara Santos (69kg) caiu diante da russa Saadat Dalgatova, enquanto Leanderson Conceição (49kg) foi derrotado pelo cazaque Temirtas Zhussupov.

Fora as três finais, o Brasil conquistou dois bronzes na competição, com Jucielen Romeu (57kg) e Wanderson de Oliveira, o Shuga (64kg), que foram derrotados nas semifinais. Assim, o país encerrou o Mundial com cinco medalhas: um ouro, duas pratas e dois bronzes.

Dos sete atletas que estiveram na Olimpíada de Tóquio, apenas dois não participaram do Mundial - Hebert Conceição, campeão olímpico da categoria até 75kg, e o jovem Keno Marley Machado, da até 81kg. Dos cinco presentes em Moscou, Abner Teixeira (91kg) e Grazieli Jesus (51kg) foram os únicos a não medalhar.

Foto de capa: Divulgação/CISM

Nenhum comentário:

Postar um comentário