Velocista paralímpico Vinícius Rodrigues se inspira em Terezinha Guilhermina para Tóquio 2020 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Velocista paralímpico Vinícius Rodrigues se inspira em Terezinha Guilhermina para Tóquio 2020

Compartilhe


A relação do atleta paralímpico Vinícius Rodrigues com a campeã Terezinha Guilhermina, transcende as pistas. Recordista mundial nos 100m da classe T63, para amputados de perna acima do joelho, com o tempo de 11s95, o paranaense tem uma gratidão eterna pela, hoje, amiga que há oito anos apresentou o esporte para ele ainda no hospital quando o então jovem de apenas 19 anos amputou a perna após um acidente de moto.

Vinícius Rodrigues seguia a recuperação no hospital quando foi surpreendido com a visita da atleta Terezinha Guilhermina. Além da alegria que amenizou a situação de incerteza momentânea, Terezinha o presenteou com um moletom usado por ela nos Jogos Paralímpicos de Pequim-2008 e um livro do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), apresentando as modalidades.

A afinidade entre os dois aumentava a cada dia e o desejo de Vinícius de sair do hospital e seguir direto para a pista de atletismo também. Terezinha Guilhermina que nasceu com retinose pigmentar onde provoca a perda gradual da visão e conquistou oito medalhas em Paralimpíadas, sendo três ouros, fez a ponte com outro multimedalhista, o alemão Heinrich Popow que competia na mesma classe de Vinícius e conseguiu as próteses da Ottobock para o brasileiro.

Na sua primeira edição de Jogos Paralímpicos, Vinícius Rodrigues, está confiante para faturar a medalha em sua única prova e ressalta que a velocista Terezinha Guilhermina é a inspiração para a conquista de uma medalha no Japão.

“Estou preparado para fazer uma boa competição. Por onde a Terezinha passa ela deixa alegria e é dessa maneira que quero competir no Japão. Quero estar leve, transmitindo muita alegria. Eu platinei o meu cabelo para chegar em alto astral. Vou para cima conquistar essa medalha e homenagear esse grande nome do esporte paralímpico mundial que foi decisiva na minha transformação”, afirmou o atleta.

Terezinha Guilhermina sempre foi conhecida por usar roupas e acessórios coloridos o que chama muita atenção dos expectadores que acompanharam o brilho da atleta.

Foto: Alê Cabral/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário