Brasil perde para Turquia e se complica no goalball feminino em Tóquio - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil perde para Turquia e se complica no goalball feminino em Tóquio

Compartilhe
A jogadora Jéssica Gomes, de amarelo, salta deitada para tentar defender a bola em azul, que bate em sua companheira de equipe. O piso da quadra é laranja e a área técnica está ao fundo com piso azul


A seleção feminina de goalball perdeu neste sábado (28) sua terceira partida nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, desta vez para a Turquia. A equipe europeia venceu por 8 a 4 e complicou o Brasil que, com o resultado, terá que ganhar do Egito na última rodada da primeira fase para se classificar para o mata-mata.


Enquanto o Brasil se complica, a Turquia sobra e chegou à sua terceira vitória na competição, invicta até aqui. O detalhe é que esta foi vitória turca pelo com a menor diferença de gols. Atual campeã paralímpica, a equipe havia ganho do Japão com vantagem de seis gols e do Egito, com dez a frente.


O confronto decisivo entre Brasil e Egito ocorrerá já neste domingo (29), às 22h30, no horário de Brasília. Já a Turquia enfrentará os Estados Unidos, que tem a difícil missão de vencer e tirar dez gols de diferença para passar na primeira colocação, no fechamento da primeira fase, na segunda-feira.


O Egito amarga a lanterna do grupo D, com duas derrotas em jogos, e ainda entrará em ação na noite deste sábado (28), contra o Japão. O Brasil soma um ponto e aparece na terceira colocação. Caso o Egito perca hoje, bastará um empate contra as egípcias para que as brasileiras se classifiquem. Cada grupo tem cinco equipes e as quatro primeiras avançam.


O jogo

Na primeira jogada brasileira, Ana jogou a bola na trave e logo depois Altunoluk abriu o placar para Turquia. Com menos de um minuto, a própria fez o segundo em cobrança de long ball. As turcas começaram avassaladoras, Guler arremessou e a bola desviou em Moniza antes de entrar e a seleção europeia ficar com 3 a 0 no placar com apenas um minuto e meio de jogo.


O Brasil pediu tempo, porém na volta mais uma vez a bola de Guler bateu em Moniza que após o gol foi substituída por Ana Gabrielly e a Turquia abriu 4 a 0. Em arremesso cruzado, Altunoluk fez o seu terceiro gol na partida, colocando cinco gols na frente. 


O primeiro gol brasileiro veio no sexto minuto de jogo com Victória mandando entre as defensoras no lado direito da meta turca. Quatro minutos depois, ela fez o brazilian special (Arremesso entre as pernas) e diminuiu o placar para 5 a 2, levando a Turquia a pedir tempo. 


A Turquia atrasou o reinício de jogo, cometendo uma penalidade, convertida por Ana Carolina no primeiro lance do segundo tempo. Se as turcas começaram avassaladoras no primeiro tempo, foi o Brasil quem iniciou muito bem a última etapa. Aos três minutos, Ana arremessou no meio e após desvio na perna de Yilmaz, a bola subiu e entrou, deixando o placar em 5 a 4.


Altunoluk converteu mais uma penalidade de long ball e voltou a deixar a seleção turca com dois gols de frente. A ala turca estava inspirada e fez 7 a 4 com arremesso no canto esquerdo do gol brasileiro. Faltando dois minutos para o fim do jogo, Jéssica entrou no lugar de Victória. 


Na sua primeira jogada, Victória acabou cometendo uma penalidade, dando a oportunidade para Altunoluk fechar a conta com seu sexto gol na partida. 


Foto em destaque: CPB


Nenhum comentário:

Postar um comentário