Sérvia derrota a Grécia e ganha o bi olímpico no polo aquático masculino; Hungria é bronze - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Sérvia derrota a Grécia e ganha o bi olímpico no polo aquático masculino; Hungria é bronze

Compartilhe

 


A Sérvia conquistou neste domingo (8) o bicampeonato olímpico do torneio de polo aquático após derrotar a Grécia por 13-10 na final, em Tóquio.


Os sérvios abriram grande vantagem logo no primeiro período do jogo. com um placar de 6-3, teve até VAR, que anulou um gol sérvio e validou outro grego. No segundo período, os gregos reagiram e tiraram a diferença sérvia, conseguindo empatar em 7-7 com Papanastasiou, mas faltando poucos segundos, a Sérvia voltou a frente, com Dusan Mandic fazendo 8-7, e esse foi o placar no intervalo da partida.


O terceiro período começou com equilíbrio e a Grécia chegou novamente ao empate em 9-9, mas no final deste período, os sérvios voltaram a frente, com 10-9, gol marcado novamente por Mandic. No período final, a Grécia empatou logo no começo, mas a Sérvia retomou a liderança com Prlainovic. Os sérvios abriram distância, fazendo 13-10, que determinou a vitória sérvia e o bicampeonato do país, campeão no Rio 2016.


Mandic, Prlainovic e Jaksic anotaram três gols cada para os sérvios.


Hungria leva o bronze


A Hungria conquistou o bronze após derrotar a Espanha por 9-5. O primeiro tempo foi equilibrado entre as duas equipes e terminou em 5-5.


Os húngaros começaram a dominar o jogo na segunda etapa, aproveitando as exclusões espanholas. Marton Vamos (HUN) fez o único gol da partida no terceiro quarto, abrindo 6-5. O golpe final veio no último quarto, com gols de Vamos, Daniel Angyal (HUN) e Denes Varga (HUN), o time do leste europeu fechou o placar em 9-5 e ficou com a medalha de bronze. Vamos foi o artilheiro, com dois gols.


Essa foi a primeira medalha da Hungria desde 2008, quando foi campeã olímpica pela última vez e a 17º no geral. A Espanha, que não ganha os Jogos desde 1992, vê ruir uma campanha perfeita na primeira fase, com cinco vitórias, e que perdeu a semi para a Sérvia.


Foto: REUTERS/Gaonzalo Fuentes

Nenhum comentário:

Postar um comentário