Rebeca Andrade será a porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento de Tóquio-2020 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Rebeca Andrade será a porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento de Tóquio-2020

Compartilhe



Rebeca Andrade será a porta-bandeira do Brasil na Cerimônia de Encerramento dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A atleta fez história nesta edição ao conquistar as duas primeiras medalhas da ginástica artística feminina brasileira, tornando-se também, a única mulher do país a ir ao pódio duas vezes em uma mesma edição olímpica. A cerimônia acontecerá no domingo (08), às 08h, de Brasília.


Rebeca já encerrou sua participação na Olimpíada, mas, com a convocação do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), permanecerá em Tóquio até o fim dos Jogos, não retornando ao Brasil com o restante da equipe da ginástica artística nesta quarta-feira (04). Seu treinador Francisco Porath também continua no Japão.


Aos 22 anos, Rebeca conquistou um ouro e uma prata em Tóquio. Ela venceu a prova do salto sobre a mesa e ficou na segunda colocação no individual geral. A paulista ainda participou da final do solo, terminando na quinta colocação. Além das conquistas inéditas, Rebeca também será a primeira ginasta a carregar a bandeira brasileira em uma cerimônia de Jogos Olímpicos.


Isaquias Queiroz foi o porta-bandeira brasileiro na cerimônia de encerramento na cerimônia de encerramento na Rio-2016. Na cerimônia de abertura de Tóquio, o Brasil contou com dois porta-bandeiras: Bruninho, do vôlei, e Ketleyn Quadros, do judô. 


Foto de capa: Ricardo Bufolin/CBG

Nenhum comentário:

Postar um comentário