Rebeca Andrade fica em 5º na final do solo; Jade Carey vence - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Rebeca Andrade fica em 5º na final do solo; Jade Carey vence

Compartilhe

O solo ficou pequeno para Rebeca Andrade. A ginasta fez uma boa apresentação na final do solo mas acabou saindo do tablado em uma das acrobacias, terminando em quinto lugar. Ouro para Jade Carey (USA), prata para Vanessa Ferrari (ITA) e bronze para Murakami Mai (JPN) e Angelina Melnikova (ROC).

Rebeca Andrade foi a penúltima atleta a se apresentar. A coreografia que começa ao som de Fuga e Toccata de Bach, trouxe o ginásio abaixo na transição para a parte do Baile de Favela, com membros de todas as delegações acompanhando com palmas. Rebeca teve uma boa execução na maior parte da série, mas deu um passo grande para fora da área de competição no seu tsukahara grupado e acabou tendo uma penalização. 

Eu me senti incrível. Não me senti pressionada para nada, para ganhar uma medalha para o Brasil, para acertar tudo. Foi uma coisa muito natural, que só fluía. O fato de eu pensar assim me ajudou muito a ter os bons resultados que tive aqui. Estou extremamente satisfeita com a minha performance em todos os aparelhos - Rebeca Andrade

Rebeca Andrade na final do solo - Foto: Ricardo Bufolin/CBG
Jade Carey havia sofrido um baque na final do salto sobre a mesa quando não conseguiu executar o seu primeiro salto. Mas no solo a ginasta fez uma excelente apresentação, cravando duas de suas acrobacias, que foram as mais difíceis da final. Nota 14.366 para levar a medalha de ouro.

A principal história da final era a da italiana Vanessa Ferrari. A ginasta foi campeã mundial do individual geral em 2006, mas em quatro Jogos Olímpicos, nunca tinha subido no pódio, com quartos lugares no solo em 2012 e 2016 e na competição por equipes em Tóquio 2020. Com uma apresentação belíssima ao som de Con te partiró, a italiana conseguiu 14.200 pontos e conquistou a prata. Além disso, Ferrari é a segunda ginasta nos últimos 50 anos a ganhar uma medalha olímpica após os 30 anos de idade. A outra é Oksana Chusovitina, prata no salto em 2008 pela Alemanha.

Vanessa Ferrari Tóquio 2020
Vanessa Ferrari na final do solo - Foto: Mike Blake/Reuters
Houve um empate no bronze. Angelina Melnikova do Comitê Olímpico Russo e Murakami Mai do Japão. As duas atletas empataram com 14.166. Os critérios de desempate são as notas de execução, seguido da dificuldade. Porém as duas tiraram notas exatamente iguais: 5.9 de dificuldade e 8.266 de execução.

Classificação Final

1. Jade Carey USA 14.366
2. Vanessa Ferrari ITA 14.200
3. Angelina Melnikova ROC 14.166
3. Murakami Mai JPN 14.166 
5. Rebeca Andrade BRA 14.033
6. Jessica Gadirova GBR 14.000
7. Jennifer Gadirova GBR 13.233
8. Viktoria Listunova ROC 12.400

Foto de Capa: Ricardo Bufolin/CBG

Nenhum comentário:

Postar um comentário