Petrucio Ferreira quebra recorde paralímpico e fatura ouro nos 100m T47 em Tóquio 2020



É ouro! É bronze! Petrúcio Ferreira, o atleta paralímpico mais veloz do mundo, confirmou seu favoritismo e conquistou a medalha de ouro nos 100m rasos T47. E o roteiro não poderia ter sido melhor: na final, disputada nesta sexta-feira (27), ele marcou 10.53 e quebrou o recorde paralímpico. De quebra, fez uma dobradinha com Washington Junior, que foi o terceiro colocado com 10.68.

Petrucio abaixou quatro centésimos da antiga melhor marca paralímpica, que era dele mesmo, de 2016. Ele foi campeão paralímpico na Rio-2016 e bicampeão mundial (2017 e 2019) e conseguiu pôr na prática seu currículo para faturar mais um título. Aos 24 anos, o paraibano é agora dono de dois ouros paralímpicos, dois ouros mundiais e detém os recordes paralímpico e mundial.

Apesar do ótimo resultado, Petrucio não fez uma boa largada na final, mas conseguiu se recuperar e explodiu na reta final para ultrapassar seus adversários. Washington, por sua vez, largou muito bem e liderou a prova na primeira metade. Além de Petrucio, Washington também foi ultrapassado pelo polonês Michal Derus, que ficou com a prata marcando 10.61, novo recorde europeu.

Outro brasileiro na prova, Lucas de Sousa Lima foi o sexto colocado, com 11.14.

Até aqui, o Brasil tem cinco ouros, quatro pratas e cinco bronzes na Paralimpíada de Tóquio. Três dessas medalhas douradas vieram do atletismo.

Foto de capa: Divulgação/Para Athletics
Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024 Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os jogos in loco! Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!
To Top