Luisa Stefani é campeã de duplas do WTA 1000 de Montreal e conquista maior título da carreira


Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Luisa Stefani conquistou neste domingo (14) o título mais importante de sua carreira. A brasileira e a canadense Gabriela Dabrowski ganharam o torneio de duplas do WTA 1000 de Montreal, derrotando na final a croata Darija Jurak e a eslovena Andreja Klepac por 2 sets a 0, parciais de 6-3 e 6-4.


A brasileira e a canadense se vingam na derrota sofrida na semana passada durante a final do WTA de San Jose, nos Estados Unidos. A conquista colocou Luisa Stefani na 19ª colocação no ranking mundial de duplas da WTA.


Esta foi a terceira conquista de Luisa Stefani no circuito profissional da WTA. O último troféu levantado pela brasileira havia sido no WTA de Lexington no ano passado, ao lado da estadunidense Hayley Carter. Nesta temporada, Luisa já havia chegado a quatro finais, sempre terminando com o vice-campeonato. Além disso, foi o primeiro título obtido na parceria com Dabrowski.



Com um bom aproveitamento no serviço, Stefani e Dabrowski não foram ameaçadas pelas adversárias no primeiro set. A brasileira e a canadense quebraram o serviço de Jurak e Klepac no sexto game, o suficiente para fecharem a parcial em 6-3.


Stefani e Dabrowski seguiram no embalo e começaram o segundo set quebando o serviço da croata e da eslovena. Elas conseguiram uma nova quebra no terceiro game, depois das adversárias abrirem 40-0. Porém, a brasileira e a canadense tiveram uma das quebras devolvidas em seguida, após um game de saque ruim de Dabrowski. 


Stefani e Dabrowski tiveram outro game enroscado no oitavo game, onde tiveram salvar três break points. No décimo game, a brasileira sacou muito bem, não dando chance para as adversárias, fechando a parcial em 6-4.


Foto: Tennis Canada

Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024 Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os jogos in loco! Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!
To Top