Kelvin Hoefler fica em 4º na etapa de Salt Lake City da SLS; Gustavo Ribeiro, de Portugal, fica com o título - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Kelvin Hoefler fica em 4º na etapa de Salt Lake City da SLS; Gustavo Ribeiro, de Portugal, fica com o título

Compartilhe

O medalhista de prata nos Jogos de Tóquio-2020, Kelvin Hoefler foi quarto colocado neste sábado (28) na final da etapa de Salt Lake City da SLS, o Circuito Mundial de skate street. O ouro ficou com o português Gustavo Ribeiro, a prata com Nyjah Huston e o bronze com Alex Midler. Filipe Mota, estreante na liga, foi o oitavo e Felipe Gustavo foi o quinto.


Kelvin fez 23.6 pontos. Alex fez 25.4, Nyjah marcou 27.2 e o Gustavo foi campeão com 27.6. A próxima etapa da SLS será em Miami, no final de outubro.


Surte+ Assista na íntegra a sensacional final da etapa de Salt Lake City do circuito mundial, vencida por Gustavo Ribeiro


Filipe foi bem na volta e marcou 5.2. Bochecha fazia uma volta limpa até sua última manobra, quando acabou deixando o skate escapar e fez 5.4. O mesmo aconteceu com Kelvin, que vinha executando com precisão as manobras até errar na última, terminando a primeira etapa da final com 6.5, na quarta colocação.


O líder ao final das volta era Nyjah Huston com 8.9 pontos, seguido de Alex Midler, que marcou 8.0 em sua tentativa. 


Filipe tentou sua primeira manobra direto no corrimão de ferro, mas acabou não conseguindo fazê-la e zerou, assim como Felipe Gustavo que tentou usar o corrimão de concreto. Quem conseguiu a manobra no corrimão foi Kelvin que fez 8.6 girando e colocando a ponta da frente do skate para se apoiar no obstáculo.


Tentando acertar a manobra que erraram na primeira tentativa, Felipe e Filipe acabaram errando mais uma vez. Kelvin colocou a parte de trás de sua prancha no corrimão (sugar cane) e somou mais 8.5. 


Ao final da segunda tentativa, Kelvin era o primeiro com 23.6 pontos, seguido de Nyjah com 17.9 e Alex Midler com 16.0.


Filipe Gustavo conseguiu um flip taleslide e fez 8.8 na sua terceira tentativa, já seu homônimo tentou de novo a mesma manobra e zerou mais uma vez. Kelvin descartou sua terceira manobra, após colocar a mão no chão e receber apenas 4.8. 


Filipe Mota acabou saindo sem acertar nenhuma manobra na fase das tricks, mas foi aplaudido por toda a arena. Bochecha acabou errando a sua última tentativa e ficou com 14.2 no total. Hoefler errou a sua última tentativa e passou por top 4 em quarto com 23.6 pontos.


Quem passou em primeiro foi Nyjah com 27.3 pontos, contando com duas notas na casa dos nove pontos (9.3 e 9.0), seguido de Gustavo Ribeiro com 26.9 e Alex Midler com 24.8.


Tentando um taleslide, o brasileiro errou sua quarta tentativa e foi para a última precisando de um 8.4 para ficar no pódio. Na sua tentativa, Midler conseguiu um 8.6 e com o erro de Kelvin na última manobra, o estadunidense se garantiu no pódio. 


A disputa ficou entre Nyjah e Gustavo Ribeiro. O português precisava de 9.1 para virar e com um kickflip alcançou 9.4, alcançando a maior nota do dia e jogando a pressão no norte-americano. Huston errou e Gustavo levou seu primeiro título, sendo bastante celebrado.


O título também marcou a volta por cima do português, que deslocou o ombro no Dew Tour e competiu machucado nas Olimpíadas.


Foto em destaque: Jonne Roriz/ COB


Nenhum comentário:

Postar um comentário