Itália vence 4x100m masculino e leva seu segundo ouro em provas rápidas do atletismo em Tóquio - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Itália vence 4x100m masculino e leva seu segundo ouro em provas rápidas do atletismo em Tóquio

Compartilhe


O penúltimo dia de competições do atletismo nos Jogos Olímpicos de Tóquio foi marcado por mais uma vitória da Itália em uma prova nobre do programa. Desta vez, o ouro veio no revezamento 4x100m masculino. O dia também só teve uma prova de campo que foi vencida pela China. Outro destaque foi o ouro da queniana Faith Kipyegon nos 1.500m feminino, tomando a liderança na última volta. 


Confira como foram as seis finais desta sexta feira:


Revezamento 4x100m masculino e feminino

No revezamento mais nobre do atletismo, a Itália venceu com uma arrancada nos últimos 100 metros. O responsável pelo sprint foi Filippo Tortu, que ultrapassou a Grã-Bretanha e deu mais uma medalha de ouro para o atletismo italiano. De quebra eles quebraram o recorde nacional, 37.50. O bronze ficou com o Canadá. A Jamaica ficou na quarta colocação. 


Além de Filippo, o quarteto contou com o campeão olímpico dos 100 metros Lamont Jacobs, Eseoa Fostine Desalu e Lorenzo Patta. 


No feminino, a Jamaica mostrou ser a equipe mais veloz. O quarteto de Braiana Williams, Elaine Thompson, Shelly Fraser-Pryce e Shericka Jackson dominou a prova da largada até a linha de chegada, mantendo a tradição do país em levar ouro em pelo menos um dos revezamentos. A prata ficou com os Estados Unidos e o bronze com a Grã-Bretanha.


400m feminino

Shaunae Muller-Uibo das Bahamas dominou a prova dos 400m feminino e deu ao país o segundo ouro na prova após a vitória de Steven Gardiner na categoria masculina nesta quinta. A medalha veio acompanhada do recorde da América Central, 48.36. 


A prata foi para Mariledy Paulino, da República Dominicana e o bronze foi da norte-americana Alyson Felix, que bateu o recorde mundial master, correndo em 49.46. Isso significa que ela tem o melhor tempo do mundo entre os atletas de 35 anos ou mais.


1500m feminino

A queniana Faith Kipyegon ultrapassou a neerlandesa Siman Hassani na reta oposta durante a última volta e quebrou o recorde olímpico com o tempo de 3:53.11. Baixando em 85 centésimos o tempo de Paula Ivan (ROU) feito em Seul-1988.


Hassani ainda foi ultrapassada no final pela britânica Laura Muir nos últimos metros e ficou só com o bronze.


5000m masculino

Nos 5000m masculino, o ugandense Joshua Chepteguei ficou com o ouro completando a prova em 12:58.15. O atleta africano passou a prova inteira no bolo dos líderes, disparando no quilometro final. A prata ficou com Mohaamed Ahmed (CAN) e o bronze foi para Paul Chielimo (USA). 


Lançamento de dardo feminino    

Na única final de campo realizada nesta sexta, a chinesa Liu Shying ficou com o ouro ao arremessar o dardo em 66.34 metros na primeira tentativa. A polonesa Maria Andrejckyk ficou com a prata ao alcançar a marca de 64.61 e a australiana Kelsey-Lee Barber foi medalha de bronze com 64.56m.


Foto em destaque: Fabrizio Bensch/ Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário