França faz dobradinha no Mundial de iQFOIL na Suíça; Mateus Isaac fecha no top 20


Nicolas Goyard e Helene Noesmoen confirmaram o domínio da França e venceram neste domingo (22), em Silvaplana (SUI), o Mundial da classe iQFOIL.

Os dois franceses classificaram diretamente para a grande final e confirmaram o favoritismo ganhando os títulos mundiais. Goyard ganhou o ouro, deixando Matthew Barton (GBR) em segundo e Luuc Van-Opzeeland (NED) em terceiro.

Mateus Isaac não conseguiu ficar entre os 12 melhores colocados na flotilha ouro para participar das finais, mas terminou no top 20, ficando no 19º lugar geral, com 163 pontos perdidos.

Já na disputa feminina, Noesmoen também confirmou o ótimo desempenho durante a semana, ganhando o título mundial. A Grã-Bretanha ficou com prata e bronze, com Islay Watson em segundo e Saskia Sills em terceiro. Giovanna Prada terminou em 31º lugar, com 316 pontos perdidos, enquanto Bruna Mello acabou no 47º com 464 pontos perdidos.

A iQFOIL vai substituir a RS:X como equipamento do windsurfe a partir de Paris 2024.

Foto: Sailing Energy/Engadinwind 2021

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024?

Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os jogos in loco.

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Postar um comentário

To Top