Esgrimistas do Brasil viajam para disputar os Jogos Paralímpicos em Tóquio - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Esgrimistas do Brasil viajam para disputar os Jogos Paralímpicos em Tóquio

Compartilhe


A delegação brasileira da esgrima seguiu viagem nesta segunda-feira (16) para Tóquio, onde participa dos Jogos Paralímpicos a partir da próxima semana. Carminha Oliveira, Jovane Guissone, Mônica Santos e Vanderson Chaves estão sendo acompanhados pelo coordenador da esgrima em cadeira de rodas da Confederação Brasileira de Esgrima (CBE), Ivan Schwantes, pelo técnico Eduardo Nunes e pelo auxiliar técnico Marco Xavier.

Nos últimos dias, em período de treinamentos realizado pela CBE no CT Paralímpico Brasileiro, o fuso horário foi uma preocupação. Em conjunto com a área médica do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), foi realizado um planejamento, onde a cada dia os atletas acordaram uma hora mais tarde que no dia anterior, realizando todas as atividades também uma hora além. Nesta segunda, por exemplo, todos já se levantaram na hora do almoço para tomar o café da manhã e depois seguiram viagem.

“A gente tem uma viagem longa pela frente e começamos essa adaptação para sofrermos menos. Esse período foi bem proveitoso para os atletas descansarem. O Jovane, que tem as filhas pequenas em casa, conseguiu descansar bem e focar nos Jogos”, explicou Marco Xavier, que trabalha diretamente com o medalhista da Paralimpíada de Londres-2012.

Além da parte de descanso e adaptação ao fuso horário, outro detalhe trabalhado nos últimos dias foram os diferentes estilos de combates que os atletas terão de enfrentar nos Jogos. “Pudemos trazer vários sparrings da esgrima convencional, com alto nível e aumentando o volume e a variação de jogo deles”, explicou Schwantes.

“O período foi importante para trabalhar tecnicamente com eles. Tivemos combates muito bons, para melhorar o ritmo de jogo. A parte de análise de adversários foi legal, já que calculamos as pules que eles pegarão lá em Tóquio”, complementou Eduardo Nunes.

Serão quase dois dias de trajeto até a chegada ao Japão, prevista para a próxima quarta-feira (18). A disputa da esgrima em cadeira de rodas começa na noite do dia 24 (no horário brasileiro).

Foto: Arquivo Pessoal

Nenhum comentário:

Postar um comentário