Brasil vence o Japão no Futebol de 5 e se classifica às semifinais dos Jogos Paralímpicos - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil vence o Japão no Futebol de 5 e se classifica às semifinais dos Jogos Paralímpicos

Compartilhe
Jogadores da seleção brasileira de futebol de 5, de uniforme azul, se abraçam; eles têm tampões pretos; o goleiro, de costas, está de laranja
(Comitê Paralímpico Brasileiro)

Repetindo o triunfo da estreia, a Seleção Brasileira de Futebol de 5 (para deficientes visuais) conseguiu boa vitória nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020. A equipe, que é atual tetracampeã paralímpica, derrotou o Japão nesta segunda (30) por 4 A 0. Com o resultado, o Brasil garantiu vaga nas semifinais. Mas ainda aguarda a última rodada para saber o adversário.

No primeiro tempo a seleção brasileira teve total controle do jogo. Com muito volume ofensivo nos 10 minutos iniciais, a dupla Nonato e Ricardinho levou muito perigo ao gol de Sato. No entanto, os japoneses mal conseguiam chegar ao campo de ataque. O Japão não deu nenhum chute em direção ao goleiro Luan.

O segundo tempo foi similar ao anterior. Com amplo domínio do Brasil, o técnico Fábio Vasconcelos ainda pode dar rodagem ao elenco. E terminando a partida com apenas um chute ao gol, os japoneses viram os tetracampeões finalizarem 21 vezes e marcarem outras três vezes.

O torneio paralímpico de futebol de 5 é composto por dois grupos de quatro e os dois melhores de cada avançam às semifinais. O grupo B tem Argentina, Espanha, Marrocos e Tailândia.

O JOGO

O Brasil começou bem mais solto que na estreia. Tentando controlar a posse de bola, a primeira grande chance veio com Raimundo Nonato. Em chute cruzado, o goleiro japonês Sato fez boa defesa. Mas na segunda oportunidade, os brasileiros não desperdiçaram. Nonato aproveitou grande chance e abriu o placar faltando 15 minutos para o fim do primeiro tempo.

Após pedido de tempo do Japão, a seleção continuou em cima. Tiago quase ampliou ao chegar driblando, mas novamente o goleiro salvou. Um minuto depois, Ricardinho, melhor do mundo, chutou cruzado. No entanto, a bola saiu próxima à trave.

Faltando 10 para acabar, Paraná recebeu sozinho e disparou no canto direito de Sato. O arqueiro japonês fez um milagre e salvou os asiáticos. No escanteio, outra chance do Brasil, mas o chute saiu sem força e para fácil defesa. Com forte pressão, mais uma vez o jogo foi parado através de outro tempo japonês.

Ainda sem cometer faltas, o Brasil voltou controlando mais o duelo. Apesar de ficar mais com a bola, o Japão não conseguia criar ações ofensivas. Até o fim do primeiro tempo, os orientais não conseguiram dar um chute ao gol brasileiro.

Para a segunda etapa, o técnico Fábio Vasconcelos começou a poupar alguns nomes importantes para o terceiro e último jogo, contra a França. Ricardinho deu lugar a Tiago Paraná. E foi dele o segundo gol brasileiro. Depois de duas chegadas perigosas do Brasil, Paraná chutou no canto direito sem chance para Sato.

E a partida seguiu nos mesmos moldes do primeiro tempo. Sem criar, os japoneses tentavam chegar na base do improviso. Mas esbarravam na forte defesa dos tetracampeões paralímpicos. Nonato, com boas jogadas, continuou buscando o gol. Arriscando mais, o craque do Brasil deu dois bons chutes que foram para fora e levando perigo à baliza rival.

Faltando sete minutos para o fim, Gledson acertou grande chute no travessão japonês. No rebote, Ricardinho, já de volta a campo, não conseguiu completar. Só que três minutos depois, ele não desperdiçou. Contando com a falha do bom goleiro Sato, ampliou para 3 a 0.

Em uma falta próxima à área, Ricardinho colocou números finais após anotar seu segundo gol, o quarto do Brasil. Com o resultado, os brasileiros estão nas semifinais das Paralimpíadas. Apenas para cumprir tabela, agora encaram a França, na noite desta segunda, fechando o Grupo A.


Nenhum comentário:

Postar um comentário