Brasil não consegue avançar para as finais nas provas do sábado do Mundial de atletismo sub-20 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil não consegue avançar para as finais nas provas do sábado do Mundial de atletismo sub-20

Compartilhe

Os brasileiros que competiram neste sábado (21) no Mundial de atletismo sub-20, que está sendo realizado em Nairobi (KEN) não obtiveram bons resultados e não avançaram para as fases decisivas de suas provas.

Nas semifinais dos 800 m, por exemplo, o paulista Leonardo Santos de Jesus entrou nos últimos 200 m em terceiro lugar, o que daria a vaga, mas sentiu o ritmo e completou a primeira série na sexta-colocação, com 1:48.78. O queniano Emmanuel Wanyonyi obteve o melhor resultado, com 1:46.15.

Nas semifinais dos 400 m com barreiras, o paranaense Gabriel Alves dos Santos não fez uma boa prova na série 3 e terminou em oitavo lugar, com 56.09, bem distante dos 52.25 alcançados nas eliminatórias, na quinta-feira (19/8), seu recorde pessoal. O turco Berke Akçam, com 49.73, passou com o melhor resultado.

A equipe brasileira do revezamento 4x100 m foi desqualificada na segunda série das eliminatórias, após completar a prova em terceiro lugar, com o tempo de 40.03. Com isso, o grupo formado por Hygor Gabriel Soares, Izaias Alves Sales, Igor Clemente Oliveira e Renan Gallina ficou fora da final. Igor, o terceiro homem, invadiu a raia do lado.

No revezamento 4x400 m, a equipe formada por Izaias Alves, João Henrrique Barros, Gabriel Alves dos Santos e Vinícius Galeno terminou em quinto lugar na série 2 e em 10º no geral e não passou para a final deste domingo. O grupo completou a prova em 3:10.53. O melhor tempo foi do Quênia, com 3:05.77.

Já nos 10.000 m marcha atlética, a brasiliense Gabriela de Souza Muniz não completou a prova. Campeã brasileira, sul-americana e da Copa Pan-Americana este ano, a atleta de 19 anos passou mal na competição e precisou ser retirada da pista pelos socorristas. “Ela reclamou de falta de ar e tonturas. Ficamos tristes. Nossos atletas são treinados para não parar”, comentou o treinador João Sena.

O pódio foi formado pela mexicana Sofia Ramos Rodríguez (46:23.01), pela francesa Maele Biré-Heslouis (47:43.87) e pela tcheca Eliska Martinkova (47:46.28).

Francês quebra recorde nos 110m com barreiras

O destaque dia no Quênia foi para Sasha Zhoya (FRA), que quebrou o recorde mundial sub-20 com o tempo de 12.72s na conquista dos 110m com barreiras.

Em outras finais realizadas no dia, Yonathan Kapitolnik (ISR) venceu o salto em altura masculino com 2.26m, Silja Kosonen (FIN) levou o martelo feminino com 71.64m, Ackera Nugent (JAM) ganhou os 100m com barreiras com o tempo de 12.95s e Vincent Keter (KEN) ficou com o ouro nos 1500m, com 3:37.24.

Mine de Klerk (RSA) faturou o arremesso de peso feminino, com 17.40m, Ayal Dagnachew (ETH) foi a vencedora dos 800m, com 2:02.96, Imaobong Uko (NGR) ganhou os 400m feminino com 51.55s, Anthony Pesela (BOT) levou os 400m com 44.58s.

Frantisek Doubek (CZE) ganhou o decatlo com 8169 pontos, Christine Mboma (NAM) venceu os 200m feminino com 21.84m e Udodi Onwuzurike (NGR) levou os 200m masculino, ao alcançar a marca de 20.21s.

Foto: Wagner Carmo/CBAt

Nenhum comentário:

Postar um comentário