Brasil garante presença em mais seis finais da natação nos Jogos Paralímpicos - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil garante presença em mais seis finais da natação nos Jogos Paralímpicos

Compartilhe
Joana Maria da Silva nada sem óculos e de touca amarela. A atleta está com a cabeça e um braço acima da água.

A natação brasileira continua dando um show nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Nas eliminatórias desta quarta-feira (25), o Brasil se classificou para cinco finais (além de uma que já estava certa). A disputa das medalhas será às 5h de quinta-feira (26), no horário de Brasília.

Daniel Dias garantiu presença em mais uma final paralímpica. O brasileiro venceu sua série eliminatória dos 100m livre S5 masculino e avançou para a decisão com o segundo melhor tempo: 1:13.02. Daniel passou bem nos primeiros 50 metros da prova e foi soltando o ritmo no fim para se poupar para as finais.

Também nos 100m livre S5, mas no feminino, Joana Maria da Silva se classificou para a final com o 8º melhor tempo - 1:27.36. Esthefany Rodrigues (1:36.45) e Susana Schnarndorf (1:50.65) disputaram a prova, mas não avançaram para a disputa das medalhas.

Talisson Glock fez o 5º melhor tempo nos 200m medley SM6, prova onde conquistou a medalha de bronze na Rio-2016. O brasileiro nadou a maior parte da sua série na quarta posição, mas se recuperou no fim na parte do nado livre, terminando em terceiro lugar, com um tempo de 2:49.49. Na outra bateria da prova, Roberto Alcade ficou em sexto lugar com 3:14.69 e não conseguiu passar de fase.

Talisson Glock fazendo o nado livre. Ele usa uma touca branca e óculos laranja. Talisson está com metade do rosto e um braço coberto de tatuagens para fora da água.
Talisson Glock na eliminatória dos 200m medley SM6 - Foto: Ale Cabral/CPB
Outro medalhista da Rio-2016 que vai tentar de novo uma medalha é Matheus Reine nos 400m livre S11. O nadador foi bronze na prova cinco anos atrás e fez o 5º melhor tempo na eliminatória com 4:52.38. Nos 100m livre masculino S4, Eric Tobera fez o 10º melhor tempo (1:36.20), não avançando para a final.

A última prova do Brasil nas eliminatórias foi o revezamento 4x50m livre misto até 20 pontos. Nesse tipo de revezamento, a equipe escala quatro atletas, com o número das classes dos nadadores somando no máximo 20 pontos. O Brasil nadou na fase preliminar com Laila Abate e Gabriel de Oliveira da S6 e Eric Tobera e Patrícia dos Santos da S4. Os brasileiros concluíram a prova em 2:38.01 e fizeram o sexto melhor tempo.

Nas finais, o Brasil também vai ter a participação de Ruan Souza nos 100m peito masculino SB9. Como apenas oito atletas se inscreveram, a prova não teve eliminatória.

Fotos: Ale Cabral/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário