Brasil estreia sem vitórias no tênis em cadeira de rodas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio


tenista em cadeira de rodas bate na bola durante Lima 2019

O Brasil faz sua estreia no tênis em cadeira de rodas, dentro dos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Seis dos nossos sete tenistas classificados ao megaevento estiveram em quadra nesta sexta-feira (27), em rodada marcada pelo forte calor em Tóquio, que atrasou diversas partidas. No entanto, esses jogadores brasileiros saíram de quadra sem conquistar a vitória.

Daniel Rodrigues foi o primeiro a fazer sua estreia. Disputando a categoria open, em simples, o brasileiro foi derrotado pelo sueco Stefan Olsson, campeão olímpico nas duplas em Londres 2012.

Com o placar de 2 sets a 0, com parciais de 6-3 e 6-2, em 1h16 de partida, Rodrigues deu adeus à chave masculina de simples, após sofrer 67 dos 120 pontos disputados e ter seu serviço quebrado em sete oportunidades. O brasileiro ainda disputará a chave de duplas, ao lado de Gustavo Carneiro.

Quem também esteve em quadra representando o Brasil foi Maurício Pomme. Em sua quinta participação paralímpica, o experiente atleta jogou contra o sul-coreano Oh Sang-Ho, em sua estreia na chave da classe open em Tóquio 2020. Em apenas 54 minutos de partida, o adversário do brasileiro impôs o placar de 2 sets a 0 (6-0 e 6-3), cometendo menos erros não-forçados (6 a 11) e dominando grande parte do jogo.

Vale lembrar que, apesar da eliminação em simples, Pomme ainda disputará a chave de duplas, ao lado de Rafael Medeiros, que também jogou nesta sexta-feira, na classe open. O brasileiro encarou o marroquino Lhaj Boukartacha, de quem perdeu em sets diretos, com parciais de 7-5 e 6-1, em 1h33 de jogo. O brasileiro chegou a liderar o placar, após efetuar uma quebra de serviço logo no primeiro game de saque do adversário, mas viu a situação ser revertida ao decorrer do set.

Boukartacha não só devolveu a quebra de saque, como quebrou novamente Medeiros, para fechar a primeira parcial em 7-5, com apenas quatro pontos a mais que o brasileiro (49 a 45). Já no segundo set a história foi diferente e o tenista marroquino rapidamente garantiu sua vitória, ao aplicar 6-1.

Nas duplas femininas, Ana Caldeira e Meirycoll Duval não foram páreo para Huang Huimin/Huang Jinlian (CHN) por 2-0 (6-0 e 6-0). 

Já na última partida do dia, Gustavo Silva teve o jogo mais equilibrado do dia entre os nossos representantes, sendo o único a ter levado uma parcial, mas ainda assim, saiu de quadra com a eliminação no torneio individual contra o sul-africano Leon Els. 

Gustavo ganhou o primeiro set, mas perdeu o segundo também por 6-4. No último e decisivo set, o brasileiro saiu na frente novamente, mas acabou sendo derrotado no final por 6-3, e eliminado do torneio de simples no masculino por 2-1.

Foto: Douglas Magno/EXEMPLUS/CPB

0 Comentários