Brasil é bronze no revezamento 4x100m livre misto S14 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil é bronze no revezamento 4x100m livre misto S14

Compartilhe
Gabriel Bandeira nada de touca azul e óculos pretos com detalhe rosa

O Brasil ganhou mais uma medalha na natação nos Jogos Paralímpicos. A equipe do revezamento 4x100m livre misto classe S14 conquistou o bronze neste sábado (28).

Originalmente, o quarteto formado por Gabriel Bandeira, Ana Karolina Oliveira, Débora Carneiro e Felipe Vila Real havia ficado na 4ª posição. Porém, a equipe do Comitê Paralímpico Russo foi desclassificada e o Brasil subiu para o 3º lugar. O ouro ficou com a Grã-Bretanha com 3:40.63, novo recorde mundial. A Austrália levou a prata com 3:46.38.

O Brasil abriu com Gabriel Bandeira que assumiu a primeira posição e nadou forte, fazendo uma parcial de 51.11, novo recorde mundial dos 100m livre masculino S14. Na sequência, Ana Karolina e Débora foram para a piscina e, competindo contra homens das equipes adversárias, o Brasil caiu para o quinto lugar. Mas no fim, Felipe Vila Real ultrapassou as nadadoras de Japão e Hong Kong para colocar o Brasil no pódio.

Phelipe Rodrigues salta na piscina usando bermuda azul e touca branca
Phelipe Rodrigues na piscina do Centro Aquático de Tóquio - Foto: Ale Cabral/CPB

Nos 100m livre masculino S10, Phelipe Rodrigues fez uma boa largada e liderou a primeira metade da prova. Nos 50 metros finais, o brasileiro não aguentou os ataques dos adversários e terminou na 4ª posição com 52.04. O ouro ficou com o ucraniano Maksym Krypak com 50.64, quebrando o recorde mundial que era de André Brasil (50.87). Rowan Crothers da Austrália (51.37) levou a prata e Stefano Raimondi da Itália (51.45) ficou com o bronze.

Susana Schnarndorf ficou em 8º lugar nos 150m medley feminino SM4 com um tempo de 3:11.54. A brasileira não teve um bom início de prova no nado costas, ficando para trás e não conseguindo recuperar posições nos nados peito e livre. No pódio, dobradinha da China com Liu Yu levando o ouro (2:41.91) e Zhou Yanfei ficando com a prata (2:47.41). Natalia Butkova do Comitê Paralímpico Russo ficou com a medalha de bronze (2:53.25).

Na final dos 100m peito masculino SB5, Roberto Alcade conclui a prova no 7º lugar. O ouro da prova ficou com o russo Andrei Granichka que quebrou o recorde mundial com um tempo de 1:25.13. Prata para Antoni Ponce da Espanha (1:26.53) e bronze para Li Junsheng da China (1:29.01).

Foto de capa: Miriam Jenske/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário