Ana Luiza Caetano e Daniel Passini ficam em 9º no Mundial Juvenil de tiro com arco; Índia domina - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Ana Luiza Caetano e Daniel Passini ficam em 9º no Mundial Juvenil de tiro com arco; Índia domina

Compartilhe

O Mundial Juvenil de tiro com arco foi encerrado neste domingo (15), em Wroclaw, na Polônia. O Brasil contou com sete representantes e teve como melhores resultados os nono lugares de Daniel Passini, no cadete masculino do arco recurvo, e Ana Luiza Caetano, no júnior feminino também do recurvo. A Índia dominou a competição, faturando oito ouros, duas pratas e cinco bronzes.

Daniel foi o 15º colocado na fase de ranqueamento do cadete masculino do recurvo e, por isso, só estreou na segunda rodada do mata-mata, derrotando o polonês Oliver Brandstetter (63º) por 6 a 4.  Ele ainda bateu o polonês Kultys Jakub (47º) na flecha de desempate, com um 10 na mosca, antes de ser derrotado nas oitavas pelo francês Iban Bariteaud (2º), que veio a ser o campeão da competição.

Ana Caetano foi a 20ª na fase de ranqueamento do recurvo júnior feminino e também pulou a primeira rodada do mata-mata. Em sua campanha, venceu a colombiana Karen Juliana Sepulveda, por 6 a 2, e a turca Ezgi Basaran na flecha desempate (10x9). A brasileira caiu nas oitavas para a espanhola Elia Canales (4ª), que foi vice-campeã do torneio.

Entre as outras participações individuais brasileiras, apenas Gabriel Guimarães venceu um combate, no arco composto júnior. Os demais perderam na estreia após maus desempenhos na fase de ranqueamento: Ana Carolina Popperl (recurvo júnior feminino), Mateus de Carvalho Almeida (recurvo júnior masculino), Djwlyana Machado (recurvo cadete feminino) e Giulia Jacob (composto júnior feminino).

O Brasil ainda pôde participar das disputas por equipes mistas do recurvo júnior e composto júnior. Ana Caetano e Mateus perderam para a Ucrânia na primeira rodada do recurvo, nas flechas desempates, enquanto Gabriel e Giulia caíram para a Dinamarca, também na estreia. Já Daniel/Djwlyana ficaram em penúltimo na fase de ranqueamento no recurvo cadete e não disputaram o mata-mata.

Alguns atletas que estiveram na Olimpíada de Tóquio competiram neste Mundial, como o virginense Nicholas D'Armour e o britânico James Woodgate, ambos top-mundiais, mas que foram eliminados de forma precoce no recurvo júnior. Já no feminino, a norte-americana Casey Kaufhold e a alemã Charline Schwarz fizeram uma disputa do bronze.

A Índia, que não contou com a participação de nenhum atleta olímpico, dominou o Mundial. O país faturou 15 medalhas em 20 disputas possíveis, sendo oito ouros, duas pratas e cinco bronzes. O principal destaque foram as provas por equipes, em especial as cadetes. No arco composto, a Índia fez a festa ao vencer a prova por equipes masculina, feminina e mista. 

Foto de capa: Reprodução/Twitter_@lulu_caetano02

Nenhum comentário:

Postar um comentário