Alessandro Rodrigo da Silva é prata no arremesso de peso T11 em Tóquio 2020 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Alessandro Rodrigo da Silva é prata no arremesso de peso T11 em Tóquio 2020

Compartilhe
Alessandro Rodrigo está com a bandeira do Brasil e sorri para foto;

É prata! Poucos minutos depois de Vinicius Rodrigues, foi a vez de Alessandro Rodrigo da Silva conquistar a medalha de prata no atletismo da Paralimpíada de Tóquio, nesta segunda-feira (30). Alessandro marcou 13,89m e terminou na segunda colocação do arremesso de peso F11, atrás somente do iraniano Mahdi Olad, com 14,43m. Oney Tapia, da Itália, foi bronze, com 13,60m.

Alessandro fez uma grande prova e bateu a sua melhor marca da temporada em três oportunidades. Primeiro, começou com 13,85m e encerrou a rodada inicial na liderança da prova, mas caiu para a segunda colocação logo na sequência, por Olad. O brasileiro permaneceu na posição até o final, mesmo tendo melhorado seus arremessos nas duas rodadas finais, com 13,87m e 13,89m, respectivamente.

Natural de Santo André, no estado de São Paulo, Alessandro tem 37 anos e faz sua segunda participação paralímpica. O detalhe é que o arremesso de peso não é sua principal prova, mesmo ele tendo sido bronze no Mundial de 2019. Alessandro é especialista no lançamento de disco, onde é o atual bicampeão mundial e atual campeão paralímpico.

Esta foi a terceira medalha de prata do Brasil no dia, a oitava no geral. Além de Vinicius e de Alessandro, Bruna Alexandre foi vice-campeã no tênis de mesa, na classe 10, nesta segunda. Até aqui, o Brasil soma 11 ouros, 8 pratas e 15 bronzes, totalizando 34 medalhas.

Foto de capa: Miriam Jeske/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário