Abuso a cavalo na Olimpíada faz pentatlo moderno revisar regras na prova de hipismo - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Abuso a cavalo na Olimpíada faz pentatlo moderno revisar regras na prova de hipismo

Compartilhe

Os maus tratos que a treinadora alemã Kim Raisner deu ao cavalo Saint Boy durante a disputa da prova de hipismo do pentatlo moderno em Tóquio 2020 abriu os olhos da União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM). A entidade expulsou a treinadora e anunciou que as regras dessa prova serão revisadas por um grupo de trabalho da própria federação.


Em nota, a UIPM disse que examinará possíveis alterações em seu código de ética, a fim de fortalecer a proteção e o bem-estar dos cavalos. A entidade também revelou que fará uma revisão abrangente da prova realizada nos Jogos Olímpicos. Atualmente, na prova do hipismo, os cavalos são escolhidos por sorteio e os pentatletas tem apenas 20 minutos para se habituar com ele.


O pentatlo moderno ganhou manchetes negativas em Tóquio por conta de um vídeo onde que se vê a técnica alemã Kim Raisner agredindo com um soco o cavalo Saint boy, que seria a montaria de sua comandada Annika Schleu, por estar muito arisco e não obedecendo os comandos da atleta. 


Na mesma nota, a entidade também informou que conversou com os donos de Saint Boy, e que o cavalo já retornou para a cidade de Shiga, no Japão onde reside, com "boa saúde, embora cansado da competição".


Foto: Reuters/ Ivan Alvarado

Nenhum comentário:

Postar um comentário